Zona Económica Especial em São Vicente deve abranger expansão do porto do Porto Novo – autarca

 

Porto Novo, 05 Jul (Inforpress) – O projecto de criação da Zona Económica Especial da Economia Marítima em São Vicente deve abarcar a segunda fase de expansão e modernização do porto do Porto Novo, visando o incremento do turismo de cruzeiro em Santo Antão.

Quem o defende é o edil do Porto Novo, Aníbal Fonseca, que se encontrou, esta terça-feira, com a equipa de especialistas envolvidos na elaboração dos estudos de viabilidade da Zona Económica Especial (ZEE) da Economia Marítima em São Vicente e que serviu para analisar os projectos em carteira neste município, que podem servir os objectivos desta Zona Económica Especial.

Para o presidente da Câmara Municipal do Porto Novo, o projecto de criação da ZEE da Economia Marítima em São Vicente tem, “claramente”, complementaridade com Santo Antão, “especialmente” com Porto Novo, concelho com “uma forte interelação” com a ilha do Monte Cara.

Além da expansão do porto, o autarca destaca ainda a requalificação da orla marítima do Porto Novo como sendo outro projecto a se ter em conta no quadro da criação da Zona Económica Especial da Economia Marítima em São Vicente.

Segundo Aníbal Fonseca, a criação desta ZEE é “um projecto muito importante” para toda a região Norte do arquipélago, que tem, “claramente”, complementaridade com Santo Antão, “especialmente” com Porto Novo, concelho que tem ainda “uma grande extensão de costa” que pode ser aproveitada para a actividade económica”.

José Correia, coordenador do projecto da Zona Económica Especial da Economia Marítima em São Vicente, explicou que a equipa responsável pelos estudos, integrada por especialistas chineses e cabo-verdianos, pôde conhecer, durante a visita a Santo Antão, os projectos dos municípios que poderão ser priorizados “numa lógica de médio e longo prazo”.

JM/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos