Paris´2024: Team Cabo Verde ambiciona   conseguir a primeira medalha de sempre nos Jogos Olímpicos

09-07-2024 21:19

Cidade da Praia, 09 Jul (Inforpress) - A delegação cabo-verdiana   - Team Cabo Verde - viaja esta quinta-feira,11, com destino à Paris com a ambição de conseguir a primeira medalha de sempre nos Jogos Olímpicos.

A ambição foi revelada hoje, em conferência de imprensa, na Cidade da Praia, pelo chefe da Missão, Léo Moreau, e corroborada pelos sete atletas cabo-verdianos que vão estar presentes nos Jogos Olímpicos de Paris’2024 

“Um dos objectivos era aumentar o número de atletas, agora queremos trazer para Cabo Verde a sua primeira medalha olímpica. Temos uma nos Jogos    Paralímpicos, conseguida pelos Gracelino Barbosa, e agora queremos uma olímpica. Acreditamos que este ano é possível”, apontou.

Em relação a este primeiro estádio dos atletas em Cabo Verde considerou que traz inúmeras vantagens para acelerar a entrada do espírito olímpico e fazer com que a população sinta que está a chegar um momento muito importante para o desporto cabo-verdiano.

“É a primeira vez que Cabo Verde vai ter sete atletas, resultado de um longo trabalho dos atletas, e não se chega aos   Jogos Olímpicos por acaso”, notou, fazendo um balanço positivo deste mini-estágio de uma semana no país.

Léo Moreau enalteceu igualmente o trabalho desenvolvido pelo Comité Olímpico Cabo-verdiano (COC)  na criação de    ferramentas para apoiar os atletas dentro  das  oportunidades oferecidas pelos patrocinadores  nacionais e internacionais.
 

Os pugilistas David Pina e Nancy Moreira também demonstraram a mesma aspiração e prometeram representar o país ao mais alto nível e com a ambição de conseguir uma   medalha para Cabo Verde.

“Temos potencial e qualquer um de nós pode conseguir uma medalha. Tudo depende da nossa ambição, do que nós almejamos ", disse David Pina, que prometeu lutar até ao fim para sair medalhado nestes Jogos Olímpicos.

“Nós somos um dos melhores do mundo.  Nós, os sete atletas, estamos entre os 10 mil melhores do mundo, isto quer dizer que temos potencial para conseguir uma medalha”, precisou   David Pina, que é um dos Porta Bandeira de Cabo Verde.

 A judoca Djamila Silva enalteceu esta preparação dos atletas em Cabo Verde, que segundo ela, serviu para cultivar o espírito de grupo dos atletas, assim como uma oportunidade de sentir o afecto dos cabo-verdianos.

O esgrimista Victor Alvares, a judoca Djamila Silva e o nadador José Tati, que também estiveram na conferência de imprensa demonstraram-se orgulhosos de marcarem presença nos Jogos Olímpicos   e prometeram representar o país com muita dignidade.

Ausentes neste pré-estágio   estiveram o maratonista Samuel Freire (Atletismo), que já deu início à sua preparação no Quénia, e a nadadora Jayla Pina (200 metros misto).

A segunda fase de preparação vai ser em Parthenay-Gatine (França), município que funciona como a casa da delegação cabo-verdiana nos Jogos Olímpicos de Paris 2024.

Deste município, o “Team Cabo Verde” vai diretamente a Paris a 23 do corrente para se concentrar nos Jogos Olímpicos de Paris que se realizam de 26 de Julho a 11 de Agosto, onde está assegurada a participação de 10.500 atletas, em representação de 206 Comités Olímpicos Nacionais a competirem em 28 desportos olímpicos.

De salientar que esta é a maior delegação de sempre de Cabo Verde (sete atletas) aos Jogos Olímpicos.

 Os atletas Djamila Silva (judo) e David Pina (boxe) vão ser os Porta Bandeira de Cabo Verde

 OM/JMV

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


15-07-2024 14:38
15-07-2024 14:09
15-07-2024 14:01
15-07-2024 13:41
15-07-2024 13:25