Washington insta Pequim a aumentar pressão sobre Pyongyang

 

Washington, 22 Jun (Inforpress) – Os Estados Unidos instaram na quarta-feira a China a aumentar a pressão sobre o regime norte-coreano com vista à suspensão dos esforços balísticos nucleares da Coreia do Norte, no âmbito de uma reunião ministerial entre os dois países em Washington.

O secretário de Estado Rex Tillerson e o chefe do Pentágono Jim Mattis receberam o chefe da diplomacia chinesa, Yang Jiechi, e o chefe do Estado maior do Exército de Libertação Popular, Fang Fenghui.

“Reiterámos à China que ela tem a responsabilidade diplomática de exercer uma maior pressão económica e diplomática sobre o regime (norte-corenao), se quer evitar uma nova escalada na região”, disse Rex Tillerson numa breve conferência de imprensa com Jim Mattis, no após a reunião.

O secretário de Estado espera igualmente que a China “faça a sua parte” contra as “actividades criminosas” às quais Pyongyanf recorre para financiar as suas actividades nucleares e balísticas, como o “branqueamento de capitais”, a “cibercriminalidade” ou a “extorsão de fundos”.

Apesar das sanções internacionais, a Coreia do Norte tem armas nucleares e desenvolve mísseis balísticos que poderão ameaçar o Japão, a Coreia do Sul e talvez um dia as cidades norte-americanas, escreve a agência de notícias France Presse.

Lusa/fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
[wd_asp elements='search' ratio='100%' id=2]
    • Categorias

  • Galeria de Fotos