Parlamento: Governo tem gerido as situações de crises com medidas mitigadoras e com impacto nas famílias – PM

21-02-2024 14:33

Cidade da Praia, 21 Fev (Inforpress) – O primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, garantiu hoje que o Governo tem gerido as situações de emergências e de crises com medidas mitigadoras com impacto nas famílias cabo-verdianas.

“Ajudar os problemas dos cabo-verdianos que mais sofrem é o que nós temos estado a fazer, de forma sistemática, desde que entramos no Governo em 2016”, precisou o chefe do executivo, durante o debate parlamentar sobre “Boa Governança”.

Perante os efeitos dos maus anos agrícolas derivados da seca, a covid-19, que teve impacto muito forte a nível da economia, social, do emprego e da situação de pobreza, adiantou, o Governo tomou “fortes medidas” de protecção até onde o país pode comportar.

O rendimento social de inclusão, o aumento do salário mínimo nacional com entendimento e compromisso para o seu aumento até os próximos anos, a nível do Conselho de Concertação Social, e o programa da reabilitação de casas, com mais de 3.600 casas no período de 2017 a 2021, são entre outras medidas que, segundo Ulisses Correia e Silva, estão a ser implementadas e com impacto na vida das pessoas.

“O aumento da pensão social e do número de pensionistas, o programa de cuidados da tarifa social de água e energia são um conjunto de medidas que colocaram as transferências sociais a um nível extremamente elevado, comparado com o que nós tínhamos antes”, apontou o primeiro-ministro, para quem a situação seria muito mais difícil se as medidas não fossem tomadas tendo em conta o contexto difícil em que se vive.

A nível da inflação externa, apontou que o Governo tomou medidas financeiras e fiscais no sentido de reduzir o impacto sobre as famílias e sobre as empresas até o limite daquilo que o Estado podia comportar.

“Conseguimos, de facto, aguentar o embate e fechamos o ano de 2022 com 8%, mais do que o dobro da trajectória normal da inflação, que tem estado abaixar onde em 2023 atingiu 3,1% quando comparamos com 8%, sendo que há tendência para baixar a nível internacional, isto terá impacto directo a nível de Cabo Verde”, acrescentou.

Em relação aos transportes aéreos, o governante assegurou que o Governo está a trabalhar para resolver este problema com as melhores soluções que permitam reforçar e garantir a regularidade dos transportes, particularmente os marítimos.

Na ocasião, manifestou ainda a sua “satisfação” com a disponibilidade da UCID (oposição) sobre a revisão do Código Eleitoral, mas apelou ao envolvimento de todos os deputados, sendo que se trata de uma prioridade que requer a maioria qualificada.

AV/CP

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


14-06-2024 0:17
14-06-2024 1:25
13-06-2024 22:05
13-06-2024 19:49
13-06-2024 19:04