Papa lamenta roubo "cruel" da infância por causa de guerras, drogas ou migrações

02-03-2024 20:17

Roma, 02 Mar (Inforpress) – O Papa Francisco lamentou hoje que muitas crianças sejam "cruelmente roubadas da sua infância", vítimas da guerra, da pobreza ou da droga, na sua mensagem para o primeiro Dia Mundial da Criança.

O líder da igreja católica dirigiu-se directamente às crianças do mundo numa mensagem para o evento, que se realizará pela primeira vez em Roma, a 25 e 26 de Maio, ao estilo da Jornada Mundial da Juventude (JMJ).

"Não vos esqueçais de quantos de vós, mesmo sendo tão pequenos, já estão a lutar contra a doença e as dificuldades, no hospital ou em casa, os que são vítimas da guerra e da violência, os que passam fome e sede, os que vivem na rua, os que são obrigados a ser soldados ou a fugir como refugiados, separados dos pais, os que não podem ir à escola, os que são vítimas de bandos criminosos, da droga ou de outras formas de escravatura e abuso", disse Francisco.

O Papa dedicou a mensagem a “todas as crianças cuja infância ainda hoje lhes é cruelmente roubada".

E deixou uma recomendação: "Escutemo-las nós, porque com o seu sofrimento, com os olhos purificados pelas lágrimas e com o desejo constante de bem que vem do coração de quem viu verdadeiramente como o mal é terrível, elas falam-nos da realidade".

O Papa salientou também que não é possível “ser feliz sozinho", disse, "porque a felicidade cresce na medida em que é partilhada".

Inforpress/Lusa/Fim

Notícias Recentes


17-06-2024 8:07
17-06-2024 7:47
16-06-2024 19:33
16-06-2024 16:12
16-06-2024 16:03