OMCV destaca a mobilização de novas parcerias na implementação de projectos em 2023

19-02-2024 13:15

Cidade da Praia, 19 Fev (Inforpress) – A presidente da Organização das Mulheres de Cabo Verde (OMCV) afirmou hoje que 2023 foi um ano de conquistas e destacou que a mobilização de novas parcerias foi determinante para a implementação dos projectos da ONG.

Eloisa Cardoso, que falava à Inforpress sobre os projectos para este ano, começou por sublinhar que 2023 foi um ano “muito desafiante, mas de conquistas”, em que os resultados foram bons e agradaram aos financiadores e aos beneficiários dos projectos.

“Foi um ano de desafios, mas também de conquistas, porque conseguimos mobilizar novas parcerias, reactivar parcerias e no geral também podemos dizer que todos os projetos em andamento foram implementados da melhor forma e com bons resultados”, disse a presidente, que apontou que existem ainda algumas delegações com menos dinâmica do que outras.

Dos projectos implementados pela organização, destacou o funcionamento permanente dos jardins infantis e o lar de idosos, na ilha do Fogo, que tem permitido às famílias mais vulneráveis e mães chefes de famílias terem um espaço para deixar os seus filhos enquanto realizem as suas atividades geradoras de rendimento, “de forma mais descansada”.

Fez referência ainda ao projecto de reforço de capacidades das famílias localizadas em zonas altas, nomeadamente em Santo Antão, Fogo e Santiago, de modo a tirar proveito do turismo que essas zonas proporcionam.

"Realizamos acções de formações para que essas famílias estejam capacitadas, criamos um fundo de crédito específico para fazerem pequenas obras nas suas casas, ou criar empreendimentos também turísticos, e por outro lado, trabalhamos com as associações comunitárias dessas localidades, no sentido de criarem também empreendimentos comunitários para servir os turistas”, sublinhou, acrescentando que o projecto engloba ainda a transformação de produtos típicos.

Na mesma linha de intervenção, avançou que o projecto de painéis solares implementado em São Vicente viu reforçado o seu orçamento, o que permitiu contemplar as famílias mais vulneráveis dos bairros de lata com um kit de painel solar para carregar um telemóvel, um portátil e uma lâmpada, para que as crianças possam conseguir estudar mesmo não tendo acesso à luz elétrica.

A nível nacional, destacou as acções de formação ligadas à pastelaria, atendimento, gestão de equipamentos informáticos e outras áreas que depois facultam às jovens mulheres, e não só, para desenvolverem uma atividade geradora de rendimento.

Entretanto, acrescentou que o projecto de empoderamento económico das mulheres permitiu também trabalhar uma área específica da Violência Baseada no Género (VBG), nomeadamente a questão do assédio e violência sexual.

Por outro lado, lamentou ainda o facto de a OMCV não ter a capacidade de trabalhar com todas as mulheres do país, sendo que as intervenções nas ilhas de São Nicolau e da Boa Vista têm sido “muito pouco”.

“Na nossa deslocação à São Nicolau, notamos muitas mulheres com formação em áreas de corte de costura ou transformação, ou outra área qualquer, mas não conseguem dar aquele passo para ter a sua atividade de rendimento porque receberão apenas a formação”, apontou a presidente, que realçou que o foco é trabalhar o empoderamento económico, acções de formação e acompanhado com kits para desenvolvimento de actividades de rendimento.

Apesar do cenário de crise a nível internacional, assegurou que a OMCV continua a ter o apoio dos seus parceiros e contribuído para a luta contra a pobreza em Cabo Verde.

"Em relação ao ano de 2023, acho que não podemos nos queixar, porque, se calhar, devido à nossa credibilidade e ao nosso trabalho com transparência,a temos conseguido tanto doações como financiamento de projetos, mas os financiadores começam a impor mais ou menos a linha em que o projeto tem que seguir e tem sido cada vez mais criterioso na sua avaliação”, precisou.

Na ocasião adiantou que a OMCV tem tido o apoio da cooperação portuguesa, Agência Italiana de Cooperação, Governo dos Estados Unidos da América, Conferência Episcopal Italiana, PNUD e do Canadá.

AV/AA

Inforpress/Fim

 

Notícias Recentes


14-06-2024 0:17
14-06-2024 1:25
13-06-2024 22:05
14-06-2024 8:00
13-06-2024 19:49