Maio: Miguel Rosa enaltece contributo da requalificação do porto na questão da transferência de doentes para outras ilhas

29-02-2024 12:36

Porto Inglês, 29 Fev (Inforpress) - O presidente da Câmara Municipal do Maio, Miguel Rosa, louvou hoje a facilidade que a requalificação do porto trouxe, tanto para a mobilidade dos passageiros, como na facilitação da transferência de doentes para outras ilhas.

Conforme a mesma fonte, os maienses conheceram vários ganhos com a requalificação do porto, acima de tudo na facilidade e segurança de transferência dos pacientes para Cidade da Praia, algo que considerou “um pouco constrangedor no passado”.

“Uma ambulância agora sai do Centro de Saúde do Maio e vai directamente ao navio e sai na Cidade da Praia e directamente ao Hospital Agostinho Neto, isso é um ganho extraordinário, que as vezes não é notado”, precisou o autarca.

Miguel Rosa realçou, por outro lado, que a ampliação e requalificação do porto trouxe “mais dinâmica” económica à ilha, basta ver. exemplificou, o aumento do fluxo de mercadorias e de passageiros nos dois últimos anos.

Porém, admitiu que ainda existem “algumas coisas precisam ser melhoradas”, como em todo em tudo, sublinhou, entre elas a gare marítima em construção, que trará “mais conforto” aos passageiros.

Miguel Rosa voltou a expressar a sua convicção de que o projecto “Little África Maio” vai arrancar “este ano e a qualquer momento”, informando ainda que outros investimentos de promotores franceses e da República Checa “vão iniciar nos próximos tempos” e que serão “impactantes” para ilha.

"Algumas pessoas estão com pressa, mas nós não temos pressa, estamos a fazer as coisas como devem ser feitas e com sustentabilidade”, referiu o autarca, sustentando que, apesar da pandemia e das guerras, a ilha tem seguido o seu caminho “com sustentabilidade”, pelo que, admitiu, “dias melhores estão por vir”.

Congratulou-se ainda com a escolha da ilha para receber a jornada portuária da Enapor, lembrando que a ilha tem vindo a ser palco de “grandes eventos” a nível nacional, “graças aos investimentos” que foram feitos pela autarquia e pelo poder central “em vários domínios” na ilha.

WN/AA

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


14-06-2024 0:17
14-06-2024 1:25
13-06-2024 22:05
13-06-2024 19:49
13-06-2024 19:04