Fogo: Serviço de urgência do Hospital Regional São Francisco de Assis é assegurado por cinco médicos - direcção

29-02-2024 14:25

São Filipe, 29 Fev (Inforpress) – O serviço de urgência do Hospital Regional São Francisco de Assis é assegurado por cinco médicos, um dos quais esteve nos últimos dias de baixa médica, esclareceu hoje a direcção do hospital numa nota de imprensa.

Sobre a reclamação do atraso no atendimento no banco de urgência, a direcção do Hospital Regional São Francisco de Assis esclarece que tem trabalhado para melhorar o atendimento e diminuir o tempo de espera, sublinhando que este estabelecimento hospitalar foi reforçado com mais médicos clínicos gerais para aumentar a capacidade de resposta.

A direcção reconhece que qualquer espera adicional “pode ser angustiante” para os pacientes e seus familiares, mas acrescentou que se tem seguido o critério de triagem dos pacientes conforme o grau de gravidade para serem atendidos, o que pode, muitas vezes, fazer com que um paciente tenha de esperar um pouco mais para ser atendido.

“É importante ressaltar que esses atrasos são devido a priorização de vidas em risco”, lê-se na nota de imprensa, que adianta que o objectivo é garantir que cada paciente receba o cuidado adequado, mesmo que isso signifique que outros casos tenham de esperar um pouco mais.

De acordo com a nota, os pacientes em estado grave têm prioridade máxima e quando casos de emergência chegam ao hospital a equipa de urgência precisa direccionar todos os recursos disponíveis para fornecer o atendimento imediato e necessário o que, segundo a direcção do hospital, pode resultar em atraso no atendimento de casos menos urgentes.

A direcção do Hospital Regional São Francisco de Assis assegura à população que está a trabalhar para melhorar os serviços reduzindo o tempo de espera e que o mesmo está empenhado em oferecer o melhor atendimento possível aos utentes.

JR/AA

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


21-06-2024 22:18
21-06-2024 20:26
21-06-2024 20:23
21-06-2024 20:12
21-06-2024 19:35