Especialistas estudam medidas para desbloquear oportunidades nos serviços digitais em Cabo Verde

05-03-2024 13:33

Cidade da Praia, 05, Mar (Inforpress) - O Ministério da Economia Digital promoveu hoje, na Praia, um Workshop sobre Serviços Digitais, com o objectivo de especialistas nacionais e técnicos de instituições analisarem medidas para desbloquear oportunidades nos serviços digitais em Cabo Verde.

Após o lançamento do Diagnóstico do Sector Privado do País (CPSD), que visa responder a alguns desafios, o workshop sobre os Serviços Digitais, segundo o coordenador da Cabo Verde Digital, Milton Cabral, centra-se na realização de uma análise abrangente da economia cabo-verdiana, no sentido de identificar sectores com “elevado potencial de crescimento”, visando informar ‘stakeholders’ do sector privado sobre as áreas mais promissoras para investimento.

“O relatório destaca a robusta infra-estrutura digital do país, resultado de esforços governamentais para estimular e apoiar o ecossistema digital. A localização estratégica e o cenário tecnológico emergente apresentam oportunidades interessantes nos serviços de governo electrónico e nos serviços financeiros digitais”, reforçou.

No entender de Milton Cabral, os desafios ainda existem, no entanto, destaca a necessidade da configuração do ecossistema, isto é, na questão da promoção do empreendedorismo de base tecnológica que tem sido, de acordo com a mesma fonte, uma agenda desenvolvida pela Cabo Verde Digital.

Assegurou o coordenador que Cabo Verde está assim bem posicionado para fazer do sector dos serviços digitais um “importante” motor de crescimento a nível nacional e regional.

“E aqui somos mais uma vez um ecossistema jovem que está a configurar, que está a ganhar massa crítica e que deverá ganhar maturidade ao longo dos trabalhos que estão sendo implementados”, disse.

Para Milton Cabral, a internet constitui um factor determinante hoje em dia para o desenvolvimento de qualquer país, pelo que se deve falar do conceito da conectividade relevante, explicando que não é só ter acesso à internet mas ter acesso à internet de qualidade e que possa responder aos desafios e necessidades das pessoas e das empresas.

Acentuou ainda que Cabo Verde tem neste momento uma ligação de Internet “extremamente positiva” a nível da sub-região, de mais ou menos 80% de penetração de internet.

“Acreditamos que o que precisamos é de transformar essa conexão numa conectividade relevante e garantir que mais do que utilizar a internet as pessoas possam usar esses recursos para produzir valores”, declarou.

A economia digital em Cabo Verde tem sido uma das bandeiras do desenvolvimento do país, e neste sentido tem sido feito um conjunto de investimentos, nomeadamente algumas infra-estruturas, como a construção de um parque tecnológico e a ligação de cabos submarinos, frisou este responsável.

OS/ZS

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


15-06-2024 22:18
15-06-2024 22:13
15-06-2024 21:40
15-06-2024 22:01
15-06-2024 21:52