COMENTÁRIO/Futebol: Grandes penalidades tramam sonho de Cabo Verde chegar às meias-finais do CAN

03-02-2024 23:43

** Por Oldemiro Moreira, da Agência Inforpress ***

Cidade da Praia, 03 Fev (Inforpress) - O sonho da selecção nacional de futebol chegar pela primeira vez a uma meias-finais de um Campeonato Africano da Nação terminou hoje com a derrota, por 2-1, nas grandes penalidades, ante a África do Sul.

Em jogo dos quartos-de-final, realizado no Estádio Charles Konan Banny, em Yamoussoukro, na Costa do Marfim, o zero a zero persistiu durante o tempo regulamentar e prolongamento e nas grandes penalidades os sul-africanos muito melhor.

Cabo Verde somente converteu um (Bryan Teixeira) e falhou quatro, por Bebé, Willy Semedo, Leroy Duarte e Patrick Andrade.

No filme do jogo, Cabo Verde iniciou a partida com duas alterações no onze inicial, saídas de Laros Duarte e Bebé para as entradas de Kenny Rocha e Lenine e desde logo demonstrou que vinha com a lição estudada.

Mesmo assim, o primeiro remate do jogo pertenceu à África do Sul, com o médio Makoena a fazer o remate, que foi à figura do guarda-redes Vozinha.

Os primeiros 15 minutos foram de estudo mútuo, com sinal mais para a equipa adversária que entrou mais à vontade da partida. Kevin Pina fez o primeiro remate para Cabo Verde aos 16 minutos.

A partir de então, após algum domínio dos sul-africanos, Cabo Verde tomou conta do jogo e, decorridos 35 minutos, na melhor jogada da primeira parte, Cabo Verde esteve perto de marcar, após uma boa incursão de Steve Moreira pelo lado direito.

Volvidos três minutos, Cabo Verde esteve outra vez perto de marcar, não fosse a demora na hora de remate de Ryan Mendes, não aproveitando uma jogada espectacular de João Paulo.

Pouco risco, algum receio, respeito mútuo e mais domínio da equipa nacional, definem a primeira parte desta partida, que teve o Presidente da República, José Maria Neves, nas bancadas do Estádio Charles Konan Banny.

A segunda parte começou com parada e resposta e num ritmo mais acelerado, proporcionando um jogo aberto, com possibilidades de golo para ambas as partes.

O primeiro sinal foi dado por Garry Rodrigues, que a passe de João Paulo, rematou à figura do guarda-redes Williams, quando tinha tudo para inaugurar o marcador.

Cabo Verde começava a circular a bola e a África do Sul, num contra-ataque, respondeu com Persey Tau a cruzar perigosO, valendo a atenção de Vozinha.

Numa fase decisiva da partida, aos 65 minutos, Bubista mexe na equipa e faz entrar Patrick Andrade e o irrequieto Willy Semedo para os lugares do capitão Ryan Mendes, que saiu contrariado, e Kevin Pina.

Bubista não queria o prolongamento e refrescou o ataque, trocando Garry Rodrigues por Bebé e fixou Jovane Cabral na posição de ponta de lança. 

Após dois desperdícios, primeiro por Kenny Rocha e Jovane Cabral, começou a aparecer Bebé, primeiro com um livre nas malhas laterais e depois com muitas tentativas de remate de fora da área.

Para queimar o último cartucho, o seleccionador nacional apostou em Gilson Tavares e Deroy Duarte nos lugares de Jamiro e Jovane Cabral.

No minuto 90+2, Gilsom Semedo, a passe de Logan Costa, rematou à barra da baliza de África do Sul, deixando os adeptos cabo-verdianos presentes no Estádio boquiabertos.

O zero a zero persistiu durante os 90 minutos, mais os descontos, e o prolongamento começou com duas defesas espectaculares de Vozinha e mais uma oportunidade desperdiçada por Gilson Tavares. 

O nulo manteve-se durante os 120 minutos e nas grandes penalidades a "sorte sorriu” para o lado da África do Sul, que viu o guarda-redes Williams a ser tornado no "Homem jogo".

Nas meias-finais, cuja partida está marcada para quarta-feira, 07, às 16:00, a África do Sul vai encontrar a Nigéria, que nos quartos-de-final eliminou Angola.

Na outra semifinal, a ser disputada no mesmo dia, três horas mais tarde, a selecção anfitriã, a Costa do Marfim, vai defrontar a República Democrática do Congo (RD Congo), que deixou pelo caminho a Guiné-Conacri, com um triunfo por 3-1. Os marfinenses venceram o Mali por 2-1, após prolongamento.

Ficha Técnica 

Cabo Verde: Vozinha, Steven Moreira, Pico, Logan Costa, João Paulo, Kenny Rocha, Lenine, Jamiro Monteiro, Jovane Cabral, Ryan Mendes (cap) e Garry Rodrigues. 

Suplentes: Márcio Rosa, Dylan Silva, Stopira, Willy Semedo, Dylan Tavares, Bebé, Kenny Daros Duarte, Leroy Duarte, Cuca, Patrick Andrade, Diney Borges, Gilson Tavares e Bryan Teixeira.

Acção disciplinar:  Cartão amarelo para Ryan Mendes.

Treinador: Bubista

 

África do Sul: Williams (Cap), Mudau, Kekana, Mvala, Modiba, Makoena, Sitthole, Morena, Zwane, Tao Makgopa

Suplentes: Mothwa(gr), Adms, Apollis, Lepass, Maseko, Mashego, Mayambela, Mobbie, Monare, Mothwa, Sibisi e Xul.

Treinador: Hugo Bross

OM/CP

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


14-06-2024 0:17
14-06-2024 1:25
13-06-2024 22:05
14-06-2024 8:00
13-06-2024 19:49