Carnaval/São Vicente: Escola Salesiana sopra suas 70 velas em desfile pelas ruas do Mindelo

10-02-2024 16:02

Mindelo, 10 Fev (Inforpress) – A Escola Salesiana de Artes e Ofícios do Mindelo celebrou os seus 70 anos com um desfile e destacou a sua contribuição em diversas áreas, com enfoque na educação, formação, cultura e desporto.  

A responsabilidade de abre-alas coube aos alunos do primeiro ano que, trajados de marinheiro, homenagearam a chegada dos missionários chefiados pelo padre Francisco Leite Pereira que, inicialmente, começaram por se fixar na ilha de São Nicolau e, dez anos depois, rumaram a São Vicente onde iniciaram um Oratório Festivo, começam a dar aulas e abriram oficinas de marcenaria, sapataria e alfaiataria para internos e externos.

Depois seguiram-se os alunos dos ciclos mais avançados que, de ala em ala, lembraram a contribuição que a escola teve na formação profissional, artística, cultural e desportiva de várias pessoas em Cabo Verde.

O desporto foi uma área que esteve muito presente no desfile com vários alunos a destacar as equipas como Mindelense, Académica, Amarante e a própria Selecção Nacional de Futebol, além da ginástica rítmica.

À Inforpress, a professora da instituição e coordenadora do desfile, Maria Helena Santos, explicou que a ideia foi retratar a criação da escola e a presença actual, todos os projectos, que tem vindo a fazer ao lado do projecto pedagógico que abarca mais de mil alunos.

“Os Salesianos têm uma forte presença em Cabo Verde, principalmente aqui em São Vicente, porque há 80 anos chegaram em São Nicolau e dez anos depois vieram para São Vicente, mas a ideia não era vir para Cabo Verde mas para Timor Leste, mas como a nossa música, a nossa amabilidade e simpatia os encantou, ficaram-se aqui. Então, nesses 70 anos em São Vicente achamos que era mais do que justo fazer uma homenagem”, afirmou a docente.

A mesma referiu que a Escola Salesiana tem “brilhante percurso” na ilha e em Cabo Verde lembrando que pela instituição já passaram nomes como Paulino Vieira, que é um grande nome da cultura cabo-verdiana, e outros artistas como Vicente Neves (Tchenta) que, além de músico, é professor nessa escola e outros artistas mais jovens como Kiddie Bonz e Ary Beatz.

“Todos os feitos da Escola Salesiana são visíveis aqui em São Vicente porque é uma escola que tem feito e continua a fazer para a sociedade cabo-verdiana”.

Além da Escola Salesiana, a Escola Portuguesa do Mindelo realizou o seu desfile afincado no enredo “Os grandes feitos da humanidade”, através do qual retratou a idade primitiva, a escrita, a idade média, os descobrimentos, a revolução industrial, a conquista do espaço e a tecnologia.

Logo mais à tarde haverá outros desfiles com o grupo Vovó, Delegacia de Saúde de São Vicente, Professores e Universidade do Mindelo.

No domingo deverão acontecer outros desfiles organizados por grupos de mandingas, escolas sócio-desportivas, grupos particulares entre outros. Já na segunda-feira saem às ruas as Escolas Secundárias José Augusto Pinto e Ludjero Lima e a partir das 21:00 está programado o desfile da Escola de Samba Tropical.

O desfile de terça-feira, 13, do Carnaval 2024, organizado pela Liga Independente dos Grupos Oficiais do Carnaval – São Vicente (LIGO-SV), principia às 19:00, no percurso habitual Praça Dom Luís-Rua de Lisboa-Avenida Baltazar Lopes da Silva-Praça Nova-Avenida 5 de Julho. 

De acordo com o sorteio da ordem do desfile, o grupo Estrela do Mar será o primeiro entrar na Rua de Lisboa, às 19:00, seguido do Flores do Mindelo (19:30), Monte Sossego (20:00) e Cruzeiros do Norte (20:30). 

CD/HF

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


22-02-2024 23:07
22-02-2024 22:33
22-02-2024 21:57
22-02-2024 21:51
22-02-2024 21:07