Cabo-verdianos residentes no país e na diáspora já podem concorrer a Prémios Científicos do Ministério da Educação

27-02-2024 13:25

Cidade da Praia, 27 Fev (Inforpress) – O Ministério da Educação informou hoje que tem abertas as candidaturas para a 3ª edição do concurso Prémios Científicos que tem como objectivo promover a competição académica e científica na classe juvenil.

De acordo com a nota, cada prémio terá o valor de 1.500 contos, sendo 500 contos o valor do prémio, mais 500 contos para a publicação e 500 para a internacionalização, podendo candidatar-se cabo-verdianos no país e na diáspora.

No total, adianta a nota, serão premiadas três categorias, nomeadamente, Cabo Verde Global Scientific Prize (GSP) - para projectos de investigação para homens e mulheres de qualquer idade), Cabo Verde Prize for Young Scientists (PYS) para teses de doutoramento de jovens até 35 anos e Cabo Verde Prize for Girls and Women in ICT (PGW)  para trabalhos de mestrado ou doutoramento de meninas e mulheres nas TIC.

Ainda conforme a nota, o projecto vencedor do prémio será anunciado em Outubro de 2024 e a publicação da obra vencedora ocorrerá até seis meses após o anúncio dos resultados, adiantando que os direitos de tradução da obra visam a internacionalização da produção científica nacional.

Os interessados deverão submeter os projetos impreterivelmente até o dia 15 de Maio de 2024, no endereço https://sct.me.gov.cv

A mesma fonte informa que a 3ª Edição dos Prémios Científicos apresenta igualmente um prémio especial destinado a jovens pré-universitários, o Prémio de Ficção Científica João Vário para jovens pré-universitários.

De acordo com a mesma fonte, pretende-se com este edital promover acções que fomentem a curiosidade científica e tecnológica entre jovens pré-universitários como uma aposta para o desenvolvimento do espírito criativo e da inovação, incentivando a competição livre com base em regras transparentes.

“As candidaturas contemplam textos inéditos de ficção científica de jovens pré-universitários (11º e 12º anos), inscritos nas escolas secundárias públicas e privadas em Cabo Verde. Podem concorrer estudantes pré-universitários de qualquer nacionalidade, residentes em Cabo Verde e inscritos no ano letivo de 2023-2024”, lê-se na nota.

Os trabalhos podem ser apresentados em língua portuguesa, inglesa, italiana, francesa, espanhola ou cabo-verdiana, tendo o comunicado adiantado que os prémios serão de 50 mil escudos para o primeiro lugar, 30 mil para o segundo lugar e 20 mil escudos para o terceiro lugar.

CM/AA

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


20-06-2024 22:21
20-06-2024 21:52
20-06-2024 21:37
20-06-2024 21:14
20-06-2024 20:57