Cabo Verde tem construído um “bom percurso” em matéria da boa governança de forma “sólida e robusta” – MpD

20-02-2024 14:18

Cidade da Praia, 20 Fev (Inforpress) - O Movimento para a Democracia (MpD, poder) considerou hoje, na cidade da Praia, que Cabo Verde tem construído um “bom percurso” em matéria da boa governança, de forma “sólida e robusta” e com participação de vários actores.

A afirmação é da vice-presidente da direcção do grupo parlamentar do MpD, Isa Miranda, em conferência de imprensa, no âmbito da preparação para a segunda sessão plenária que arranca na quarta-feira, 21, e que tem na agenda o debate com o primeiro-ministro sobre a boa governança do País.

Segundo Miranda, Cabo Verde hoje colhe frutos, seja a nível interno, mas sobretudo no contexto das nações, em que é “reconhecido, destacado e identificado” pela qualidade da democracia e pela consolidação do estado de direito.

A mesma fonte referiu quedesde 2016 até a presente data, o Governo liderado pelo MpD imprimiu “grandes reformas” em matéria de transparência, adiantando que com isso o país conseguiu “alcançar o topo em África” no ranking das liberdades civil e política e no ranking da democracia e cidadania.

“Lideramos no ranking de governança pública na África subsaariana, de acordo com o relatório de Avaliação Política e Institucional (CPIA), divulgado pelo Banco Mundial e estamos na lista da União Europeia de jurisdições fiscais cooperantes”, precisou a parlamentar.

Isa Miranda afirmou ainda que hoje o país está “efectivamente melhor” em matéria de boa governança e “melhor no quadro de transparência”.

A segunda sessão plenária do mês tem um outro ponto na agenda, uma interpelação ao Governo sobre a conectividade inter-ilhas e de Cabo Verde com o mundo proposto pelo grupo parlamentar do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV, oposição).

Sobre este assunto, a deputada sustentou que a gestão dos transportes aéreos e marítimos passa por “melhorar aquilo que temos e criar soluções que possam vir a dar a melhor resposta para os transportes, (…) porque temos é que procurar soluções”, finalizou Isa Miranda.

OS/AA

Inforpress/Fim

Notícias Recentes


15-06-2024 22:18
15-06-2024 22:13
15-06-2024 21:40
15-06-2024 22:01
15-06-2024 21:52