VI Fórum Brasil África quer fortalecer relação entre os países lusófonos

Cidade da Praia, 03 Nov (Inforpress) – O 6º Fórum Brasil África, a ser realizado nos próximos dias 22 e 23 do corrente em Salvador, Bahia, Brasil, quer fortalecer relação entre os países lusófonos, conforme avançou a organização em nota chegada à redação da Inforpress.

O evento terá, de acordo com o Instituto Brasil África o lema “Empoderamento Juvenil: Transformação para Alcançar o Desenvolvimento Sustentável” e conta com a presença de líderes da lusofonia entre os palestrantes.

O ex-presidente de Timor-Leste, Prêmio Nobel da Paz e referência mundial na luta pela promoção dos direitos humanos, José Ramos-Horta vai compartilhar experiências na sessão “Conheça o Ícone”, com o tema “O papel dos jovens na promoção da democracia e da paz”.

A secretária executiva da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), Maria do Carmo Silveira, participa da sessão sobre capacitação de jovens através do conhecimento.

A vice-presidente da Federação das Mulheres Empresárias e Empreendedoras da CPLP (FME-CPLP) e CEO da Cine Group, Mônica Monteiro, participa do painel “Indústria Criativa”.

O ministro da Agricultura e Segurança Alimentar de Moçambique, Higino Francisco de Marrule, debate no painel sobre empregabilidade juvenil na agricultura.

O secretário-geral do g7+, associação de 20 países afectados por conflitos no Pacífico, na Ásia,  na África e  no Caribe, Hélder da Costa, vai participar da sessão “Parcerias de alto nível”.

Maria da Conceição Nobre Cabral, ex-ministra das Relações Exteriores, da Cooperação Internacional e das Comunidades de Guiné-Bissau, também vai estar presente na sessão “Parcerias de alto nível”.

O 6º Fórum Brasil África conta ainda com a participação do ex-ministro das Relações Exteriores e da Defesa do Brasil, Celso Amorim, e do ex-ministro da Saúde brasileiro, José Gomes Temporão.

O evento deve reunir 300 representantes de governos, empresas, universidades e potenciais investidores para trocar experiências e gerar boas oportunidades para jovens no Brasil e em países africanos.

Entre as várias organizações que apoiam o 6º Fórum Brasil África estão o Ministério das Relações Exteriores do Brasil, a Agência Brasileira de Cooperação (ABC), o Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola (FIDA), o Centro de Excelência Contra a Fome, o Forum for Agricultural Research in Africa (FARA), o African Export-Import Bank (Afreximbank), a UNITAID e a Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP).

O Instituto Brasil África (IBRAF) é uma organização sem fins lucrativos voltada para projectos de Cooperação Técnica Triangular com ênfase nas relações Brasil-África. Além do Fórum Brasil África, o IBRAF desenvolve projectos como a revista Atlantico, a Exposição Centenário Mandela e o Youth Technical Training Program (YTTP), que capacita jovens africanos no Brasil.

As inscrições para o 6º Fórum Brasil África  estão abertas.

GSF/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos