Vencedores de cinco medalhas para Cabo Verde recebidos com “muito barulho” pelos colegas

 

Cidade da Praia, 23 Abr (Infropress) – Os vencedores de cinco medalhas no Campeonato Internacional de Dança em Cadeira de Rodas foram recebidos hoje no aeroporto Internacional Nelson Mandela com muito “barulho” pelos colegas do grupo.

Depois de uma longa viagem, Holanda/S.Vicente/Praia, Flávio Tubaron, Élia Neves Mendes e Euclides Moreira desceram no aeroporto da Praia com muita alegria e vontade de mostrar as medalhas conquistadas às famílias e amigos que os esperavam com muita emoção.

A festa foi preparada para ser melhor, disse à Inforpress a presidente do Monaroda, Miriam Medina, que logo desabafou estar já vacinada contra as promessas das pessoas desta ilha.

Isso porque já se tinha prometido e confirmado organização uma comitiva de boas vindas para os “grandes compões”, com a batucada que não chegou, entretanto, a se a deslocar ao aeroporto.

“Mas nem por isso vai deixar de ser bom terem para as boas vindas os colegas do grupo, os que sempre batalharam lado a lado com eles. É pena que cada conquista lá fora é o nome de Cabo Verde que é enaltecido, é a bandeira deste país que sobe ao mais alto e fica cada vez mais conhecida”, disse.

Para Miriam Medina, as cinco medalhas conquistadas pelo grupo Monaroda no Campeonato Internacional de Dança em Cadeira de Rodas, na Holanda, demonstram que já é tempo do governo ter mais consideração para com o grupo, disponibilizado um espaço mais condigno para os ensaios.

Para Flávio Tubaron, que sentiu os aplausos das pessoas que estavam no aeroporto, a experiência foi emocionante, mas mesmo assim deixou este recado : “somos pequenos, mas temos uma força enorme para vencer”.

“A única coisa que digo à sociedade cabo-verdiana é que nos deveriam ver com outros olhos, pois, nós conseguimos o que queremos. A nossa força nos ajuda a vencer”, enfatiza.

A equipa conquistou uma medalha de ouro por Flávio Tubaron, na categoria freestyle single men (estilo livre homens); duas de prata, sendo uma por Élia Neves Mendes, na categoria freestyle single womenn (estilo livre mulheres), e a outra por Flávio e Miriam Medina, na categoria freestyle combi 2 (estilo livre combinado).

As medalhas de bronze referentes ao 4° e 5° lugares foram disputadas por Élia Mendes e Euclides Moreira, na categoria Duo standard dentro e fora do IPC.

Monaroda, uma associação composta por pessoas com e sem deficiência física, que luta pelos direitos das pessoas portadoras de deficiência, foi criada em Julho de 2009 e desde então tem contribuído para uma melhor integração dessa classe na Sociedade

PC/JMV
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos