Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

V edição da Universidade de Verão do MpD acontece nos dias 23, 24 e 25 de Setembro na Cidade Velha

Cidade da Praia, 20 Set (Inforpress) – A Juventude para a Democracia (JpD) promove de 23 a 25 de Setembro, na Cidade Velha, a V edição da Universidade de Verão, tendo como temas democracia e liberdades, desafios da educação e gestão da covid e retoma económica.

A informação foi avançada hoje, em conferência de imprensa, pelo presidente da JpD, Euclides Silva, que explicou que o objectivo é de aproximar e fomentar a participação dos jovens na vida cívica e política do país, bem como elevar a cultura política no país, com enfoque nos jovens.

“A Universidade de Verão é o momento para um intenso debate à volta dos temas que marcam a actualidade política nacional e internacional, sem descurar da formação ideológica e sobre os valores que comungamos no sistema MpD”, disse.

Euclides Silva reforça que o programa conta com a participação dos jovens de todos os concelhos do país, incluindo de outros partidos ou sem partido, com idade compreendida entre os 18 aos 30 anos de idade, o que, segundo ele, tornará a academia de formação política mais rica e diversificada.

“Das centenas de candidaturas recebidas, seleccionamos 30, tendo em conta o momento pandêmico que estamos a viver, optamos, assim, por reduzir para a metade o número de participantes, comparativamente com os anos anteriores”, esclareceu.

Para este ano, o Programa formativo, Universidade de Verão MpD, se encontra dividido em quatro temas: “Democracia e Liberdades”, “Os desafios da Educação e da Transformação Digital”, “A Gestão da Covid e a retoma económica”, “Cidadania, participação cívica e liderança – do papel das organizações partidárias às questões do género”.

Segundo Euclides Silva, são sobretudo temas relacionados com assuntos que estão na ordem do dia, tanto a nível nacional como internacional, tendo como oradores personalidades com experiência e que dominam os dossiês.

“Alguns dos oradores são figuras independentes e da sociedade civil, a semelhança de alguns formandos, o que vai contribuir para o enriquecimento e o reforço da nossa Universidade de Verão que já é uma marca de referência no que tange a formação política dos jovens que gostariam de dar o seu contributo na Política cabo-verdiana”, informou.

O evento deste ano, segundo Euclides Silva, conta ainda com a participação de uma delegação de três jovens da Guiné-Bissau.

ES/MJB/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos