UNTC-CS e CCSL consideram de “sadia” o ambiente de saúde laboral em Cabo Verde

 

Cidade da Praia, 10 Out (Inforpress) – As duas centrais sindicais, UNTC-CS e CCSL, consideraram hoje que em Cabo Verde, apesar de falta de dados para se fazer um juízo sobre o problema da saúde mental, existe no arquipélago um ambiente de saúde laboral “sadia”.

Em declarações à imprensa, após participar nas actividades comemorativas do Dia Mundial da Saúde Mental, promovidas pela

A Ponte, este ano dedicado ao tema “Saúde Mental e o Trabalho”, as centrais sindicais reconheceram que o país, desde a independência, tem vindo a defender e a promover a saúde mental dos trabalhadores cabo-verdianos.

“Mesmo com este panorama, existem desafios e estratégias que devem ser adoptadas para evitar situações menos boas em relação à saúde laboral no país quer no privado quer no público”, disse o secretário-geral da CCSL.

José Manuel Vaz, CCSL, justificou a sua afirmação com o facto de existirem, no trabalho, situações que levam o trabalhador ao stress.

Apontou ainda, como factores de preocupação e que podem levar o trabalhador a stress, o salário, equipamentos de protecção, problemas relacionados com as promoções e progressões, carga horária, entre outros.

Já para a secretária-geral da UNTC-CS, Joaquina Almeida, é preciso maior preocupação por parte dos empregadores com a saúde mental dos trabalhadores, para que estes possam desempenhar as suas funções com normalidade e maior produtividade.

“O facto de não existirem estatísticas sobre a matéria, demonstra que alguém não está a fazer o seu trabalho de casa, pelo que é necessário trabalharem nesse sentido, para que possamos saber quais são as iniciativas e o que se deve fazer”, sublinhou.

As centrais sindicais apelaram no sentido de todos trabalharem para melhorar a saúde mental do trabalhador a nível nacional.

A data que visa chamar a atenção pública para a questão da saúde mental global e identificá-la como uma causa comum a todos os povos, ultrapassando barreiras nacionais, culturais, políticos ou socioeconómicas, é assinalada este ano sobe o lema “Saúde Mental no Trabalho”.

PC/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos