UNITA enaltece “transparência e boa governação” de Cabo Verde

Cidade da Praia, 05 Mar (Inforpress)  – O presidente da UNITA visitou hoje o presidente da Assembleia Nacional, na sua terceira vinda a Cabo Verde, País que elogiou pela “transparência e boa governação”, focado no “aprofundamento da amizade e a parceria” entre os dois países.

Em declarações à imprensa, o presidente da União Nacional da Independência Total de Angola (UNITA), Adalberto Costa Júnior, afirmou que a essência da mensagem de “transparência e boa governação” aparece no âmbito de uma cooperação cada vez mais profícua entre os dois países.

“Apesar de as relações serem boas, existe ainda campos por explorar. Nós temos a oportunidade de um e outro país irem ainda mais longe”, realçou o presidente da UNITA.

Explicou que a UNITA é parceiro do Movimento para a Democracia (MpD, poder) através da Internacional Democrática do Centro (IDC), onde Cabo Verde hoje dirige a Internacional Democrática do Centro de África(IDCA), tendo aproveitado o momento para destacar uma parceria a nível dos partidos.

Questionado sobre o caso da ‘Luanda Liks’ disse que Angola possui um conjunto de desafios, sendo a reforma da Angola uma das grandes prioridades no momento, mas afirmou que “este caso revela uma justiça que ainda não está independente”.

“A justiça ainda possui algumas limitações”, disse Adalberto Júnior.

Acrescentou, entretanto, que o caso ‘Luanda Liks’ veio alertar o país sobre os assuntos ligados a corrupção, e que a corrupção em Angola “não se limitou infelizmente a aquela família, efectiva consanguínea, que a corrupção em Angola atingiu durante décadas o país”.

“O combate à corrupção obriga a pluralidade, do alvo de quem tantos danos causaram ao nosso país, isto sem ilibar a responsabilidade da família que governou o país até recente”, relatou o presidente.

CG/SR/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos