União Africana promete buscar a paz apesar dos ataques de Shebab na Somália

Mogadíscio, 04 Set (Inforpress) – A Missão de Transição da União Africana (UA) na Somália (ATMIS) prometeu neste sábado aliar-se às forças de segurança locais para buscar a paz, apesar do aumento dos ataques do Al-Shabaab no país.

Segundo a Xinhua, a ATMIS também condenou o ataque a um comboio comercial do Al-Shabaab durante a noite de sexta-feira para sábado, que resultou na morte de 20 pessoas e na destruição de sete caminhões que transportavam alimentos e água para a cidade de Hiran, no centro da Somália, que precisava com urgência.

“A ATMIS se solidariza com as famílias dos mortos e continua comprometida em trabalhar com as forças de segurança somalis para a paz e a segurança na Somália”, disse a missão da UA em comunicado divulgado em Mogadíscio, capital da Somália.

Autoridades de segurança na região de Hiran confirmaram que o número de mortos no ataque terrorista subiu para 20 e que sete caminhões que transportavam alimentos foram queimados.

Autoridades de segurança regionais também disseram que dois veículos que transportavam equipes de resgate foram alvo de dispositivos explosivos improvisados ​​de terroristas do Al-Shabaab no último ataque, que também foi condenado pelo governo somali.

Testemunhas relataram que o último ataque foi de retaliação do Al-Shabaab contra uma milícia local, conhecida como Ma’awisley, apoiada pelo Exército Nacional Somali (SNA), que recentemente tentou expulsar os combatentes do Al-Shabaab da área de Hiran.

O SNA, apoiado pela Missão da União Africana na Somália, expulsou o Al-Shabaab de Mogadíscio em 2011, mas o grupo terrorista ainda é capaz de realizar ataques contra instalações governamentais, hotéis, restaurantes e locais públicos.

Inforpress/Xinhua

Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos