Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Uni-Piaget tem criado condições infra-estruturais e laboratoriais para promover a investigação – responsável

Cidade da Praia, 04 Mai (Inforpress) – A Universidade Jean Piaget (Uni-Piaget) tem criado as condições em termos infra-estruturais e laboratoriais para promover projectos de investigação.

A afirmação foi feita à Inforpress pela directora do Centro de Investigação, Relações Institucionais e Formação Avançada (CIRIFA), Ana Paula Aguiar, antes da conversa aberta intitulada “Projectos de Investigação da Uni-Piaget”, no âmbito das comemorações dos 20 anos da instituição.

De acordo com a responsável, “embora não seja fácil, por exigir alguns investimentos”, a universidade está a dinamizar e a procurar parceiros para propiciar as condições de investigação.

“Não é a universidade que tem de investir, por isso estamos sempre à procura, porque alguns projectos de investigação exigem algum investimento monetário” explicou.

Por outro lado, acrescentou que os próprios investigadores têm os seus interesses e procuram sempre onde devem aplicar os seus conhecimentos científicos, que pode ser em Cabo Verde ou nas universidades estrangeiras.

“A investigação está a dar os seus primeiros passos e estamos a dar aos alunos pequenos projectos que os motivem para a ciência”, indicou a responsável, precisando que esses projectos servem para aumentar o espírito crítico no seio dos discentes.

De entre os projectos de investigação da Uni-Piaget, a directora da CIRIFA destacou o estudo, realizado há 10 anos, que se centra nas doenças transmitidas pelo mosquito.

“Há bastantes trabalhos já feitos sobre Dengue e Zika, tentando perceber como as transmissões acontecem em Cabo Verde”, informou a responsável.

Avançou ainda que há outros projectos em curso, como a instalação de laboratórios de fisioterapia, de apoios aos idosos, e de enfermagem, que vão contar com parceiros de Portugal.

“O que a Uni-Piaget está a fazer é proporcionar aos alunos e docentes a criação de infra-estruturas, que são os nossos laboratórios”, garantiu Ana Paula Aguiar, esclarecendo que cabe aos investigadores ou o grupo de investigação irem à procura do financiamento.

A semana académica do 20º aniversário da Unipiaget, que se celebra no dia 07 de Maio, será ainda marcada com a cerimónia de lançamento do livro “Biografia Cesária Évora”, sessão solene, tendo realçado que serão realizadas ao longo do ano, outras actividades, no âmbito do 20º aniversário da referida instituição.

Reconhecido pelo decreto-lei n.º 12/2001 como um estabelecimento de Ensino Superior de interesse público, a UniPiaget iniciou as suas actividades no dia 7 de Maio de 2001, com a abertura do 1º ano do curso de Sociologia.

Em 2005, a UniPiaget abriu um Pólo Universitário na cidade do Mindelo que começou a funcionar com três cursos de graduação (Ciências da Educação e Praxis Educativa, Economia e Gestão e Engenharia de Sistemas e Informática). Em 2007 abriu também o curso de Arquitectura.

O Pólo funciona sob a supervisão de um Director dos Serviços Administrativos e de um adjunto da Reitoria.
Hoje, a universidade acolhe cerca de 1.500 alunos afectos aos 16 dos 26 cursos homologados. O número de docentes ronda os 250, repartidos por vários regimes de contratação e graus académicos.

OM/JMV
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos