Uni-CV lança projecto de extensão universitária com apoio do Camões Instituto

Cidade da Praia, 12 Fev (Inforpress) – A Universidade de Cabo Verde (Uni-CV) lançou hoje, na cidade da Praia, o projecto Santiago e Vi.cente ao Cubo, um projecto de extensão universitária que conta com apoio do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua Portuguesa. 

Segundo a reitora da Uni-CV, Judite do Nascimento, Santiago e Vi.Cente ao Cubo é um projecto vocacionado para a iniciação à aprendizagem científica em língua portuguesa no contexto cabo-verdiano e é dirigido, sobretudo, aos professores do ensino básico e do ensino secundário. 

O mesmo se inscreve na programação educativa das Casas da Ciência, no contexto da inovação pedagógica, e o objectivo, conforme indicou, é de capacitar os docentes para estarem melhor preparados e capacitados para transmitir a ciência ou conteúdos científicos, através da língua portuguesa. 

“Este projecto é importante, porque permitirá à Uni-CV cumprir com uma das missões ligadas à extensão universitária que é a transferência de conhecimentos e de competências para a sociedade”, salientou. 

Santiago e Vi.Cente ao Cubo  é financiado pelo Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, que concedeu um montante de aproximadamente cinco milhões de escudos para a sua execução no biênio 2020-2021. 

O acto de lançamento contou com a presença do embaixador da República Portuguesa em Cabo Verde, António Moniz, que destacou o impacto deste projecto na melhoria do aprendizado dos alunos cabo-verdianos. 

“Trata-se de um projecto de grande relevância, uma vez que através desse programa vai haver a formação dos professores do ensino básico em determinadas áreas técnicas e científicas, para poderem transmitir esse conhecimento aos alunos”, sustentou, frisando que este é um projecto entre muitos que são apoiados pela cooperação portuguesa. 

“É um projecto direcionado para o futuro e contamos continuar a apoiar o país nas mais diversas áreas”, acrescentou 

O programa contempla diferentes módulos, incluindo “iniciação à robótica”, “iniciação à biologia”, “iniciação à comunicação científica para a infância”, permitindo o acompanhamento e o apoio a profissionais docentes na concepção e no desenvolvimento de projectos de aprendizagem integrado de conteúdos, com foco nas ciências integradas, que possam ser implementados em contexto escolar. 

Na sequência a Uni-CV recebeu um lote de equipamentos tecnológicos para o reforço das casas de ciência da Praia e do Mindelo da Uni-CV. 

MJB/DR 

Inforpress/Fim 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos