UNECA lança Centro Africano de Monitorização de Preços a nível continental

Cidade da Praia, 13 Ago (Inforpress) – A Comissão Económica das Nações Unidas para África (UNECA, na sigla em inglês) lançou quarta-feira, 12, o Centro Africano de Monitorização de Preços, uma ferramenta continental única que visa oferecer uma visão das variações de preços entre os países africanos.

Segundo a secretária executiva da UNECA, Vera Songwe, a iniciativa visa reunir os preços e taxas de câmbio de todos os países africanos numa única plataforma “facilmente acessível” aos cidadãos, tomadores de decisão e outras partes interessadas.

A plataforma deverá também apresentar as variações de preços entre as comunidades africanas, comunidades económicas regionais e a nível continental, e com análises mensais, trimestrais e anuais da inflação.

Vera Songwe adverte que a falta de dados de preços para permitir a monitorização, para analisar e gerir as economias por meio de decisões políticas informadas muitas vezes levou a agitação civil, dado que, conforme explicou, quando os preços de ‘commodities’ como alimentos, petróleo e energia sobem “as populações vão para as ruas”.

No acto do lançamento virtual da plataforma, a secretária executiva da ECA da UNECA salientou que será crucial o papel dos institutos nacionais de estatística para garantir que esta plataforma tenha dados “oportunos, precisos e actualizados”.

O acto de lançamento, presidido pelo vice-presidente de Gana, Mahamudu Bawumia, que aplaudiu a Comissão Económica das Nações Unidas para África por esta iniciativa, afirmando que “este balcão único para a recolha de dados” irá “contribuir grandemente” para “fortalecer a relevância” da organização em África.

“Precisamos de dados sobre a evolução dos preços para avaliar como as mudanças nos preços os preços ao consumidor podem afectar as tendências na distribuição de renda, níveis de pobreza e desigualdades, incluindo, entre aqueles que vivem de suas pensões”, sustentou o governante ganense, citado no sítio da UNECA na Internet.

O acto contou com a participação de representantes de alguns ministérios de Finanças e Planeamento Económico e representantes de escritórios nacionais de estatística em toda a África.

A UNECA salienta o facto de essa plataforma estar a ser lançada no momento em que os governos estão ansiosos para compreender os efeitos da covid-19 sobre a capacidade dos cidadãos em adquirir produtos para suas necessidades básicas, enquanto os países estão a enfrentar medidas de contenção.

MJB/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos