Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Uma criança violada a cada seis horas em Moçambique – ONG

Maputo, 24 Nov (Inforpress) – Uma criança foi vítima de violação sexual a cada seis horas em Moçambique entre Janeiro e Setembro deste ano, afirma a organização não-governamental (ONG) World Vision, citando dados do Comando Geral da Polícia da República de Moçambique.

“Essas informações são reveladoras de quão sinuoso é o caminho que o país ainda tem pela frente, numa altura em que acaba de ser assinalado o 31.º aniversário da Convenção dos Direitos da Criança”, refere a organização, numa nota de imprensa enviada hoje à comunicação social.

Segundo o documento, 99% das crianças vítimas de violação sexual são raparigas e o maior número de casos foi registado nas províncias de Maputo e Gaza, no sul, e Nampula, no norte do país.

A ONG apela ao país para que encontre estratégias para descobrir as “causas primárias da violência contra a criança”, referindo que isso passa pela consolidação e implementação “sem contemplações” da legislação para a sua protecção, além da sensibilização e educação contínuas da sociedade.

“É indispensável que neste processo a participação e a voz da criança não sejam um dado adquirido, mas constituam um objetivo concreto a ser obrigatoriamente alcançado”, acrescenta a nota.

A World Vision Moçambique apontou ainda que os níveis de violência contra a criança, com destaque para violação sexual, aumentaram com a pandemia de covid-19, em Gaza, Zambézia, Tete e Nampula, segundo resultados de um inquérito realizado naquelas províncias.

“Mais do que nunca, este é o momento em que devemos colocar a proteção dos direitos da criança no centro do roteiro político global para uma melhor reconstrução”, conclui.

Inforpress/Lusa

Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos