Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Um dos pilares estratégicos do desenvolvimento de Cabo Verde é a sua integração regional – Jorge Santos

 

Cidade da Praia, 15 Mai (Inforpress) – O presidente da Assembleia Nacional, Jorge Santos reiterou hoje que um dos pilares estratégicos do desenvolvimento de Cabo Verde é a sua integração regional, realçando que a diplomacia cabo-verdiana se constrói na base de relações com ganhos mútuos.

O chefe da casa parlamentar defendeu essa ideia em declarações hoje à imprensa, na Cidade da Praia, no final de um encontro com o Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, durante o qual analisaram várias questões, nomeadamente a integração de Cabo Verde na Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO).

“Um dos pilares estratégicos do desenvolvimento de Cabo Verde é a sua integração regional”, disse Jorge Santos que recentemente, a 11 de Maio, participou da primeira sessão ordinária do Parlamento da CEDEAO, em Abuja, Nigéria.

Segundo Jorge Santos, na sua deslocação àquele país africano deparou com a vontade de diferentes países como, Costa do Marfim e Senegal, em se relacionar bem com Cabo Verde, o que vai permitir a troca comercial, de serviços e de transporte entre o arquipélago e a sub-região, pondo as pessoas e os bens a circular em “benefício” de Cabo Verde e da própria sub-região.

De acordo com o parlamentar, existe toda uma agenda política direcionada à África, onde todos os órgãos da soberania de Cabo Verde são chamados a participar para que o país tenha, “de facto”, uma participação efectiva e “não fingir” que Cabo Verde “está onde não está”.

Neste sentido, o presidente da Assembleia Nacional aproveitou para anunciar a visita do Presidente da República do Gana, Nana Akufo-Addo, a Cabo Verde, tendo na agenda encontros de trabalho com as autoridades nacionais, mas também inteirar-se da dinâmica económica do país, com deslocações às outras ilhas.

“Já no sábado – espero não estar a cometer uma gafe diplomática -, Cabo Verde vai receber uma visita de três dias do Chefe do Estado do Gana, um “país importante” da CEDEAO e que tem a segunda participação no Produto Interno Bruto (PIB) na região, depois da Nigéria”, revelou.

DR/FP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos