Ulisses Correia e Silva a favor da projecção da língua portuguesa nos diversos espaços internacionais (c/áudio)

Cidade da Praia, 25 Jan (Inforpress) – O primeiro-ministro defendeu hoje a necessidade de se projectar a língua portuguesa nos diversos domínios e em espaços internacionais, pelo símbolo que representa em termos de identidade e de união dos países que fazem parte da CPLP.

Ulisses Correia e Silva, fez essa leitura, em declarações à imprensa, momentos após proceder à condecoração com a “Medalha de Dedicação” da cidadã Marisa Guião de Mendonça, pelas “excepcionais qualidades e espírito de respeito e dedicação” no desempenho de funções públicas, como directora executiva do Instituto Internacional da Língua Portuguesa (IILP).

“O português tem um espaço muito grande de afirmação e a língua leva sempre atrás tudo: a mobilidade, relações, conhecimento, trocas de diversos níveis e consegue internacionalizar as economias e os próprios países”, disse.

Questionado sobre os problemas financeiros que tem dificultado a expansão do IILP, o executivo cabo-verdiano, que afirmou que o dinheiro é “importante”, sublinhou ainda que “importante” também é a visão e determinação de querer trabalhar.

Face a isso, lembrou o compromisso dos Chefes de Estado da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) assumido no encontro de Santa Maria (Sal), no sentido de garantir as condições financeiras para que o IILP possa desempenhar cada vez mais as suas atribuições e missões.

Os compromissos assumidos, esclareceu, passam pelo ajuste de que cada um deve pagar as suas cotas, regularizar os atrasados e fazer os investimentos necessários para a promoção da língua.

PC/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos