Turquia/Referendo: Erdogan fala em “decisão histórica” e pede “respeito pelo resultado”

Istambul, 16 Abr (Inforpress) – O Presidente turco Recep Tayyip Erdogan descreveu a vitória do “sim” no referendo de hoje como uma “decisão histórica” e pediu aos países estrangeiros para “respeitarem o resultado”.

Erdogan considerou que os resultados oficiais demonstram que o referendo destinado a reforçar os poderes presidenciais venceu com uma margem de 1,3 milhões de votos, com uma taxa de participação “de 86 por cento”.

O Presidente turco assumiu um tom conciliatório em declarações aos jornalistas em Istambul, numa referência aos resultados do referendo que hoje decorreu no país euro-asiático.

No entanto, avisou os críticos que “menosprezam” o resultado da consulta “que não o devem fazer, porque será em vão”.

O Presidente turco agradeceu aos eleitores, independentemente da sua opção de voto.

As principais forças da oposição já denunciaram uma fraude eleitoral e prometeram contestar os resultados que apontavam para uma vitória do “sim” com 51,35%, quando estavam contados 99,17% dos votos.

Numa referência à reintrodução da pena de morte, um tema que regressou à actualidade política turca na sequência do sangrento e fracassado golpe de Estado de Julho de 2016, considerou que a questão “deverá ser discutida” com os líderes políticos do país, e eventualmente necessitar de um referendo.

Ao responder a uma multidão em Istambul que gritava “pena de morte”, disse que “agora vou discutir essa questão com [o primeiro-ministro Binali] Yildirim”.

Se a oposição apoiar o restabelecimento da pena de morte, “então vou aprovar” essa medida, afirmou, mas caso não o deseje “então organizaremos um novo referendo”.

Inforpress/Lusa

Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos