Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Turismo: PM diz Cabo Verde está num bom caminho para sair da lista vermelha para turismo do Reino Unido

Santa Maria, 02 Set (Inforpress) – O primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, disse hoje que Cabo Verde está no caminho certo para sair da lista vermelha para o turismo do Reino Unido, um dos principais emissores de turistas para Cabo Verde.

Ulisses Correia e Silva que falava aos jornalistas à margem da 64ª reunião da Comissão Regional da Organização Mundial do Turismo (OMT) para África realçou os passos dados em termos de vacinação para imunização da população e outras acções desenvolvidas ao longo do tempo para transformar a ilha do Sal e Cabo Verde num destino seguro.

“Cabo Verde está num bom caminho. Repara que a nível local já estamos a atingir 70% da população vacinada, queremos até finais de Outubro atingir os 80%. Ilhas como o Sal já estão com níveis superiores a 70%. Temos ilhas que já atingiram 100%”, precisou o governante.

Para além da vacinação, disse que há muito tempo Cabo Verde tem vindo a preparar-se para tornar a ilha do Sal e Cabo Verde num destino seguro do ponto de vista sanitário, nomeadamente, através da emissão do certificado de selo de qualidade, da formação do pessoal que opera no sector turístico, entre outras acções.

“Estou ciente de que o Inverno, portanto o turismo que começa a se desenvolver em termos de fluxos, a partir de Setembro poderá ganhar um novo impulso ainda este ano”, disse.  

Ulisses Correia e Silva acredita que a escolha da ilha do Sal para a realização da 64.ª reunião da Comissão Regional da OMT para a África e o Fórum Mundial sobre Investimentos Turísticos em África que terá lugar esta sexta-feira, 03, tem “um significado importante”.

“Para a retoma da confiança junto do mercado é importantíssimo termos vozes que possam falar numa só direcção, com força, para que possamos fazer esta retoma da melhor forma”, disse declarando que os encontros da OMT na ilha do Sal poderão ter um “grande impacto”.

Os encontros contam com cerca de duas centenas de participantes, entre ministros do turismo do continente africano, observadores, corpo diplomático, investidores, representantes de instituições financeiras internacionais, altos dirigentes e especialistas dos sectores público e privado e demais ‘stakeholders’ do turismo.

Ulisses Correia e Silva, que hoje realizou vários encontros bilaterais, vai, nesta sexta-feira, presidir à abertura do fórum e aproveitar para passar a mensagem que Cabo Verde está em condições de receber os turistas.

MJB/HF

Inforpress/Fim 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos