Tradicionais cumprimentos de Ano Novo ao PR principiam hoje e estendem-se por cinco dias

Mindelo, 04 Jan (Inforpress) – Entidades e organismos nacionais, para além do Corpo Diplomático acreditado no País, iniciam hoje a apresentação dos tradicionais cumprimentos de Ano Novo ao Presidente da República, sendo as primeiras delegações da Assembleia Nacional e do Governo.

Assim, de acordo com nota de imprensa enviada à Inforpress, o presidente da Assembleia Nacional, Austelino Correia, acompanhado de uma delegação que inclui deputados, deve chegar as 10:00 ao Palácio da Presidência e, à tarde, as 16:00, será a vez do Governo com uma delegação encabeçada pelo primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva.

Ainda hoje, as 17:00, o chefe de Estado recebe os cumprimentos dos tribunais e conselhos superiores da Magistratura Judicial e do Ministério Público, para além do Provedor de Justiça, seguindo-se as Forças Armadas e a Associação Nacional dos Municípios de Cabo Verde, na quarta-feira, 05.

As confissões religiosas e a Câmara de Comércio do Sotavento apresentam os cumprimentos na quinta-feira, 06, e na sexta-feira, 07, será a vez dos representantes dos partidos e as centrais sindicais, culminando no sábado, 08, com o Corpo Diplomático acreditado no País.

De acordo com a Presidência da República, a apresentação dos oficiais cumprimentos de Ano Novo é uma ocasião para os convidados apresentarem ao Presidente da República o balanço do ano findo nas instituições que representam e perspectivarem o novo ano.

Um ano, continua a mesma fonte, ainda marcado pela pandemia, mas com “projecções optimistas” face à retoma gradual das actividades à medida que as condições vão sendo criadas, graças a um processo “bem-sucedido” de vacinação que já ultrapassa os 70 por cento (%) da população elegível.

Os cumprimentos de Ano Novo ao chefe de Estado, garante a Presidência da República, reafirmam ainda o comprometimento do Presidente com a “promoção das boas relações” entre os órgãos de soberania e entre as instituições do Estado, o “reforço” do Estado de Direito Democrático e o “fortalecimento” da abertura ao diálogo institucional, em prol das “grandes causas” nacionais.

Os cumprimentos de Ano Novo da Câmara de Comércio do Barlavento serão apresentados ao chefe de Estados em data a indicar, na ilha de São Vicente, indicou a mesma fonte.

AA//AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos