Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Tecnologias: Governo certifica aplicativo “Na nos mon“ como ferramenta nacional para o rastreamento de novo coronavírus

Cidade da Praia, 19 de junho (Inforpress) – O governo já certificou o aplicativo “Na nos mon”, como uma ferramenta nacional para rastreamento de novos coronavírus em Cabo Verde, anunciou hoje o ministro da Administração Interna, Paulo Rocha.

O aplicativo pode ser instalado nos dispositivos móveis e permite que um cidadão infectado rastreie os contatos que  teve no  dia-a-dia, desde pessoas conhecidas desconhecidas, com quem ficou no mesmo espaço, como farmácias e ônibus, entre outros.

De acordo com o governante, que falava no acto de  apresentação pública do sistema de rastreio digital “Na segunda-feira”, uma certificação foi aprovada nesta quinta-feira, 18, no Conselho de Ministros, através de uma resolução que aprova o rastreamento automático de contato como medida complementar da estratégia de contenção da propagação de vírus em Cabo Verde.

“Esta resolução adotou uma solução tecnológica na segunda, enquanto um aplicativo nacional para rastreamento de contatos de proximidade, em uma“ iniciativa meritória ”da sociedade civil, que se junta a outras promovidas pelas políticas”, anunciou governante.

Paulo Rocha avançou que após a resolução da aprovação ou o rastreamento vai entrar na fase de execução com uma formação de uma técnica técnica, aplicada pela Direcção Nacional de Saúde, Instituto Nacional de Saúde Pública e NOSi.

Por sua vez, Hélio Varela, um dos mentores do projeto, informou que “um exemplo de todos os países do mundo”, este aplicativo não pode funcionar se não tiver o “crivo oficial” do governo.

“Um Google e a Apple, que dominam o mercado de telemóveis no mundo, não utilizam esta tecnologia e não têm uma forma formal de governo”, explicou.

Por outro lado, considera que este aplicativo vai além das tecnologias, porque explicou, complementa os serviços de saúde com rastreio digital de novos coronavírus.

“Este projeto vai muito além das tecnologias e não possui sensibilidade de outras áreas que não podem ser usadas adiante”, Hélio Varela, considerando a criação deste aplicativo e um desafio de cidadania.

O sistema de rastreio digital “Na segunda”, desenvolvido por um grupo de cabos-verdianos, tem como objetivo determinar quem estava próximo a uma pessoa infectada e, portanto, permitir o rastreamento do rastreamento de SARS-CoV-2 e a continuação da propagação do novo coronavírus.

Pretende-se que este sistema seja utilizado no âmbito da gestão da pandemia, como parte da resposta ao COVID-19 nesta fase de desconfiguração, com uma única identificação de alerta ou contactos de pessoas com potencial exposição ao vírus para que possam ser testadas e empregadas.

OM / JMV

Inforpress / Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos