Técnicos do Ministério da Agricultura capacitados em pilotagem de drones para agricultura e reflorestação de precisão

Cidade da Praia, 15 Mai (Inforpress) – O Ministério da Agricultura e Ambiente (MAA) em parceria com o PNUD promove, de 16 a 24 de Maio uma formação sobre pilotagem de drones para a agricultura e reflorestação de precisão destinada aos técnicos do referido ministério.

De acordo com a nota de imprensa, a que a Inforpress teve acesso, a acção de capacitação é promovida pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) através do Laboratório de Aceleração (Acelerator Lab), e conta com a participação de técnicos do MAA de todo o território nacional.

A formação, segundo a nota, visa fomentar a proficiência destes profissionais no que concerne à utilização de drones para a agricultura, possibilitando-os adquirir habilidades, destreza, confiança e autonomia, perspectivando que no final os formandos estejam munidos de instrumentos necessários para explorarem a tecnologia e operar drones de forma profícua em diferentes cenários do contexto cabo-verdiano.

A mesma fonte avança que a referida formação comporta duas vertentes, teórica e prática, sendo que nessa última, os técnicos irão ao terreno lançar sementes, utilizando o drone, informando que as sessões teóricas estão previstas para o período entre as 9 e as 13:00, e as práticas decorrerão no período da manhã e de tarde, nos dias 20, 23  e 24.

“Cada vez mais utilizado a nível mundial, a utilização de drones para fins agrícolas e florestais tem se revelado como uma inovação tecnológica bastante promissora e fundamental para aumentar a produtividade, reduzir os custos operacionais, aumentar a qualidade da colheita, bem como reduzir os riscos de acidentes de trabalho”, lê-se na nota.

Destacou, por outro lado, que para Cabo Verde, a utilização dessa tecnologia afigura-se como uma solução para se ultrapassar desafios complexos que o País enfrenta, nomeadamente a nível das mudanças climáticas, uma vez que os drones permitem optimizar o processo de reflorestação, visando a preservação do solo e do ambiente e, ainda, podem ser utilizados nas sementeiras, fertilização do solo, pulverizações com pesticidas.

O acto de abertura da formação acontece às 9:00, e será presidido pela diretora-geral da Agricultura Silvicultura e Pecuária, em representação do MAA e a gestora do portefólio da Energia, Ambiente e Alterações Climáticas do PNUD.

CM/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos