Tarrafal: Festival de música “Nhu Santo Amaro” aposta num cartaz com ênfase nos artistas naturais do concelho

Tarrafal, 08 Jan (Inforpress) – O festival de música “Nhu Santo Amaro”, que acontece durante os dias 12, 13 e 14, no Tarrafal, Santiago, terá um “cartaz forte”, com aposta em artistas naturais do concelho residentes e na diáspora.

A informação foi dada hoje em conferência de imprensa, pelo vereador da Cultura da Câmara Municipal do Tarrafal, David Soares, que esteve acompanhado do gerente da empresa produtora do festival, Gil Lima.

Segundo o autarca, só do Tarrafal vão subir ao palco à volta de 15 artistas, com destaque para Beto Dias, Chando Graciosa e os irmãos Mário Lúcio e Princezito, Manú de Tarrafal e grupos de batuco e de dança.

Além dos tarrafalenses, a aposta recaiu, igualmente, em artistas cabo-verdianos com projecção internacional, nomeadamente, Elida Almeida, Djodje, Ferro Gaita e Solange Cesarovna.

O certame, que terá entrada pago a 400 escudos nos dois primeiros dias, vai levar ao palco na sexta-feira, Naytchy MG, Kldianropa, Enigma Jr., Delta Cultura, Manú de Tarrafal, Blacka, Chando Graciosa, Lejemea e Fidjus de Codé di Dona com o novo estilo do funaná “Cotxi Pó”.

Já no sábado, são chamados ao palco Nascente Nha Rubera, Rappers Consciente, The Profit, Mudjeris di Bom Speransa, BigZ Patronato, Elida Almeida, Djodje, Beto Dias e o grupo Ferro e Gaita.

O terceiro e último dia do festival, que tem entrada gratuita, segundo o vereador, vai ser “uma oferta” do município, da empresa Gil Palcos, do patrocinador oficial e outros parceiros, à população do Tarrafal e aos visitantes.

A segurança do certame, que está orçado em cinco mil contos, vai ser garantida pela Polícia Nacional. Por questões de segurança, as garrafas utilizadas serão trituradas na hora por uma máquina que será instalada no espaço.

A limpeza e recolha do lixo do local será efectuada pela edilidade, em parceria com a Quercus Cabo Verde.

Segundo o gerente da empresa Gil Palcos a montagem do palco principal e vedação do espaço onde vai acontecer o certame, à beira mar, arrancam ainda esta segunda-feira.

Gil Lima fez saber que o espaço tem todas as condições para que o evento decorra na segurança e normalidade.

Nessa conferência de imprensa, o vereador da Cultura fez saber ainda que para assinalar o 15 de Janeiro, Dia do Município e do seu santo padroeiro, Nhô Santo Amaro Abade, foi programado um leque de actividades culturais e desportivas que já arrancaram, como o festival de batuco, realizado no domingo.

No desporto, o destaque vai para modalidades como futsal, andebol, basquetebol, voleibol, ciclismo e atletismo e desportos náuticos, e culminará com a “Gala de Desporto” no dia 20, em homenagem a “Africano”, pelo contributo para o desenvolvimento do desporto no concelho, principalmente em Chão Bom.

A nível cultural, em que serão homenageadas as mulheres que trabalham com artesanato, tecelagem e cestaria, constam ainda um festival de dança e humor e um mini-festival, que vai reunir, quinta-feira à noite, num só palco, vários géneros musicais.

Para hoje a população vai ser brindada com uma “noite de Cotxi Pó” para que os munícipes possam sentir e viver a festa de Santo Amaro, que já faz movimentar o Tarrafal.

FM/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos