Tarrafal de São Nicolau: Autarquia demarca-se de envenenamento de cães

Ribeira Brava, 06 Set (Inforpress) – A Câmara Municipal do Tarrafal de São Nicolau demarcou-se hoje da prática de envenenamento de cães na via pública, denunciada nas redes sociais, lembrando que o procedimento “é ilegal”.

Em declarações à Inforpress, a vereadora do pelouro de Saneamento e Ambiente, Dircilene Cabral, avançou que a câmara é contra o procedimento e negou que a autarquia esteja a colaborar na prática de tais actos.

Sublinhou que a edilidade está ciente do problema dos cães vadios no município, contudo acredita que o envenenamento “não é a melhor solução”.

“Aos olhos dos munícipes, uma simples campanha de castração seria capaz de resolver o problema, mas não”, frisou, acrescentando que a autarquia está a trabalhar junto de parceiros para encontrar a melhor solução para o problema.

Segundo a vereadora, a câmara desconhece quem esteja a praticar este acto e que tipo de veneno tem sido aplicado, contudo realçou que “praticamente todos os dias”, o serviço de saneamento tem recebido chamadas para o levantamento de animais mortos na via pública.

Dircilene Cabral realçou que a câmara do Tarrafal está engajada na organização e promoção de actividades em prol da melhor gestão da população canina no município, estando para isso a trabalhar junto do Movimento Civil para as Comunidades Responsáveis (MCCR).

“Recentemente, o nosso veterinário esteve na ilha do Sal a participar de uma formação de castração de animais, contudo devido aos elevados custos desta operação, não tem sido possível a sua execução”, afirmou.

Nos últimos dias, vários munícipes têm denunciado nas redes sócias o envenenamento de cães na cidade do Tarrafal.

WM/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos