Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Tarrafal de Santiago: Bispo Dom Ildo Fortes convida fiéis a seguirem as pisadas do Santo Amaro Abade (c/áudio)

Tarrafal, 15 Jan (Inforpress) – A celebração eucarística em honra ao santo padroeiro do município do Tarrafal, Santo Amaro Abade, comemorado hoje, foi presidida pelo bispo do Mindelo, Dom Ildo Fortes, que convidou os fiéis e devotos a seguirem as pisadas do santo.

Em declarações à imprensa momentos antes da missa celebrada com presença de sacerdotes de outras paróquias da Diocese de Santiago, o bispo lembrou que “Santo Amaro é sinónimo de alguém que viveu o amor, o combate, a seriedade e a entrega com o sentido de humanidade muito grande e que apercebeu que o mundo não é tudo”.

Não obstante, ter admitido que “hoje estamos num mundo onde se perderam muitos valores”, o religioso pediu aos fiéis e devotos, sobretudo os jovens para seguirem as pisadas de Santo Amaro Abade, que viveu a santidade.

Conforme explicou, santidade é uma vida de radicalidade, que precisa ser actual, sobretudo para os jovens, assegurando que é possível seguir as pisadas do Santo Amaro Abade rumo à santidade.

E tendo em conta que se está a celebrar a festa de uma comunidade, o bispo de Mindelo salientou a importância da comunidade que vai estar reunida em família e unida.

No entanto, Dom Ildo Fortes chamou a atenção do sentido da celebração, que no seu entender tem se perdido muito “nos nossos dias”.

“Hoje em dia as pessoas comemoram [datas e festas de santos], mas muitas vezes sem saber porque (…)”, advertiu o prelado, salientando que actualmente ainda persiste o desafio da santidade que para muitos parece ser “desactualizada e estranha”.

Por sua vez, o ministro da Família, Inclusão e Desenvolvimento Social, Fernando Elísio Freire, “filho do Tarrafal”, que esteve presente na santa missa, em representação do Governo, reiterou o compromisso do executivo de tudo fazer para que o País recupere este momento difícil de pandemia e para que todos os tarrafalenses e cabo-verdianos sejam felizes.

“Assim como todos os fiéis e devotos de Santo Amaro o Governo deseja que este ano possamos controlar a pandemia e estarmos todos vacinados”, declarou, pedindo a todos os filhos do Tarrafal para vacinarem “para que se possa viver na paz, com saúde e alegria no coração”.

Já os devotos de Santo Amaro, que o consideram “santo grande”, disseram que a fé e a esperança no fim desta pandemia os levou a ir ao largo com o nome do mesmo não obstante consciente dos riscos por causa da covid-19.

À semelhança do ano anterior estes pediram-lhe saúde, fim da pandemia, paz e chuva, deixando o compromisso de voltar para pagar e renovar as promessas no próximo ano “sem a pandemia”.

Após a missa os munícipes e festeiros dirigirem-se às suas casas e dos conhecidos, respectivamente, para o tradicional almoço.

A missa foi antecedida por uma procissão que percorreu as principais artérias da cidade, em que participaram todos os santos das capelanias que fazem parte da Paróquia de Santo Amaro Abade.

Por causa da pandemia a eucaristia foi transmitida nas redes sociais, e, devido a enchente, à semelhança do ano anterior, não se cumpriu na íntegra as recomendações das autoridades sanitárias, nomeadamente o distanciamento físico e uso de máscaras.

FM/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos