Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Tarrafal de Monte Trigo: Pescadores “preocupados” com situação da unidade de promoção da pesca artesanal 

Porto Novo, 02 Dez  (Inforpress) – A Associação de Pescadores do Tarrafal de Monte Trigo, no concelho do Porto Novo, em Santo Antão, manifestou hoje “preocupação” com o “estado avançado de degradação” da unidade de promoção da pesca artesanal na comunidade piscatória.

O representante da associação, Carlos Pires, contactado pela Inforpress, explicou que a instalação da unidade de promoção da pesca artesanal no Tarrafal de Monte Trigo, designadamente a cobertura, está degradada, uma situação que está a deixar a classe “preocupada”  .

A cobertura do edifício, inaugurado há dez anos, representa riscos para as pessoas, segundo este responsável, que alertou ainda para o estado dos equipamentos, com destaque para as máquinas de produção de gelo.

Uma das máquinas está avariada há mais de um ano e a outra funciona com problemas, avançou o representante da associação dos pescadores, lembrando que aquando da sua instalação há uma década a unidade produzia 500 quilogramas de gelo, estando actualmente a produzir pouco mais de 100 quilogramas.

Carlos Pires voltou a insistir na necessidade de se instalar uma máquina capaz de produzir uma tonelada de gelo para atender à demanda dos operadores de pesca nesta localidade.

Este responsável havia alertado, recentemente, para o facto de os operadores de pesca locais percorreram “dezenas de quilómetros”  até  à cidade do Porto Novo para aquisição de gelo.

Nos últimos anos, segundo a mesma fonte, têm sido inúmeros os apelos ao Governo no sentido de ajudar a associação de pescadores a resolver a questão da conservação do pescado mas, apesar das promessas de investimentos, a situação tem piorado, avançou.

Entretanto, os investimentos no sector das pescas anunciados pela Câmara Municipal do Porto Novo para 2022, são de quase 20 mil contos, montante que vai ser assegurado através do Governo e no âmbito da cooperação descentralizada.

A conclusão do mercado de peixe na cidade do Porto Novo e a construção de abrigos de segurança para os pescadores são alguns dos investimentos previstos.

JM/AA 

Inforpress/Fim 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos