“Não queremos ter uma lei da paridade que seja uma letra-morta mas sim impactante” – presidente do ICIEG (c/áudio)

Cidade da Praia, 23 Out (Inforpress) – A presidente do Instituto Cabo-verdiano para a Igualdade e Equidade de Género (ICIEG) disse hoje que a instituição trabalha “afincadamente” com diferentes intervenientes sociais para que a lei da paridade não seja “letra-morta”, mas sim “impactante”. Rosana Almeida, que falava aos jornalistas à margem da capacitação de quadros […]