Língua cabo-verdiana é uma língua, até certo ponto, sofredora – responsável

Cidade da Praia, 21 Fev (Inforpress) – A directora do Museu da Educação (Meduca), Clara Marques, disse hoje que a “língua cabo-verdiana é uma língua, até certo ponto, sofredora”, isto porque não se atingiu sua padronização mesmo 40 anos depois da aprovação do alfabeto cabo-verdiano. Clara Marques falava à Inforpress no âmbito de uma palestra […]