Soraia Ramos vence mais uma vez melhor artista feminina de África Central

Cidade da Praia, 25 Nov (Inforpress) – A cantora cabo-verdiana Soraia Ramos venceu, esta quarta-feira, 23, o concurso de melhor artista feminina da África Central 2022, um prémio que a artista já tinha ganho em 2020, soube hoje a Inforpress.

Na sua página do Instagram, Soraia Ramos aparece alegre, dançando e revelando aos seus fãs mais este “importante” marco na sua carreira, deixando palavras de agradecimento a todos os que fazem parte e apoiam a sua caminhada.

“Sem palavras, obrigada a todos vocês que fazem parte deste sonho, que estão sempre aí desse lado, que apoiam o meu trabalho sem medo”, lê-na postagem.

“Este prémio não é meu, é nosso. Porque sem vocês nada disto faria sentido. “Ganhei este mesmo prémio há dois anos, confesso que não estava à espera ganhar mais uma vez, wooow. 2022 foi sem dúvida o ano da minha ‘life’ ”, acrescentou a autora do sucesso “Bo Ka Bali Nada.

Recentemente a artista lançou, em parceria com a artista Nenny, a música “Trompete” que representa “poder e força” da mulher africana de forma “inigualável e que já atingiu a marca de um milhão de visualizações no youtube.

Soraia Ramos é uma artista descendente de cabo-verdianos, nascida em Portugal onde residiu por 15 anos. Com a sua família partiu rumo a França e mais tarde para a Suíça, onde permaneceu durante alguns anos.

A sua ligação com a música começa desde muito cedo e foi com seus parentes que começou a partilhar esta paixão.

Soraia Ramos é também a primeira artista lusófona a ser capa da África na Apple Music.

TC/HF

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos