Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Solange Cesarovna em Argélia enquanto membro do júri do Prémio Internacional da Criatividade Artística “Miriam Makeba

Cidade da Praia, 29 Nov. (Inforpress) – A presidente da Sociedade Cabo-verdiana de Música (SCM), Solange Cesarovna, encontra-se na Argélia, enquanto membro do júri do Prémio Internacional da Criatividade Artística “Miriam Makeba, numa reunião para a avaliação final do premiado.

Ao que apurou a Inforpress, o corpo do jurado iniciou as suas actividades esta quarta-feira em Argel, com vista à decisão final que irá premiar o artista vencedor com uma recompensa monetária de 100 mil dólares (aproximadamente 9.400 contos cabo-verdianos), patrocinado pelo Presidente da República da Argélia, Abdelaziz Boutafrika.

Ao que apurou a Inforpress, neste momento Solange Cesarovna e demais membros do júri encontram-se reunidos com o ministro da Cultura da Argélia, pelo que conta ainda hoje ter o vencedor deste prémio, que tem ainda a chancela do Ministério da Cultura da Argélia e do Escritório Nacional de Direitos de Autor e Direitos Conexos (ONDA), congénere da SCM.

O Prémio Miriam Makeba destina-se a artistas africanos, com mais de 18 anos e residentes em África, assim como artistas que reivindicam o estatuto de refugiado devido a situações excepcionais como conflito armado e desastre natural.

Pretende-se com a implementação deste prémio “permitir que os artistas que usam a arte africana como meio possam expressar as suas ideias e comunicar as suas mentes e serem melhor ouvidos e mostrarem as suas criações, promover a Arte Africana em todas as suas formas de expressão, incentivar o talento e a criatividade e premiar a melhor criação artística.

Instituído no Fórum de Criadores Africanos em Dezembro de 2017 pelo ministro da Cultura da Argélia, Azzedine Mihoubi, o Prémio Internacional da Criatividade Artística “Miriam Makeba” presta o seu reconhecimento à carreira militante e artística desta que foi das intérpretes africanas mais credenciadas a nível mundial.

À margem deste encontro, Solange Cesarovna vai realizar dois concertos, no solo argelino, no quadro da elevação da candidatura da Morna a Património Imaterial da Humanidade, junto da UNESCO.

SR/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos