Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Sociólogo cabo-verdiano, Henrique Varela, defende que a diferença entre os géneros não está no sexo (c/áudio)

Cidade da Praia, 17 Fev (Inforpress) – O sociólogo Henrique Varela defendeu hoje que a diferença entre os géneros não está no sexo, embora a sociedade quando fala nesse tema tenta dissimilar o comportamento que o sexo masculino e feminino apresenta na sociedade.

Henrique Varela fez essas considerações em declarações hoje à Inforpress sobre o tema que dissertou, “Radiografia Sociológica do Género”, onde focou na diferenciação e na fotografia social que a sociedade faz em relação ao género “masculino e feminino”.

Segundo o especialista, que participava do IV Fórum Internacional sobre “Educação e desafios antropológicos em Cabo Verde”, que decorreu no Centro Paroquial Nossa Senhora da Graça, na Cidade da Praia, neste processo o que importa é reflectir, sobre a tolerância, o respeito e a diferença.

“A construção social que a sociedade faz dos dois géneros pressupõem, também, uma cobrança de alguns comportamentos tipos para cada género”, isso porque, realçou, existem comportamentos e papeis que são típicos de um determinado género e sexo.

Instado a comentar sobre os comportamentos de diferenciação entre homem/mulher, Henrique Varela referiu-se sobre os afectivos, que segundo ele se desenvolve na primeira infância e no destaque que os parentes dão ao género feminino.

O homem, segundo disse, sente-se com mais liberdade e autonomia, razão por que tenta passar esse sentimento para o comportamento.

“São esses tais comportamentos que justificam a criação do Instituto Cabo-Verdiano para Igualdade e Equidade de Género (ICIEG) cujo propósito é tentar nivelar a questão de igualdade”, enfatizou.

O fórum que contou com a participação de cerca de 250 professores da ilha de Santigo, Fogo e Maio, culminou hoje com uma missa de acção de garças, rezada pelo Cardeal D. Arlindo Furtado.

PC/FP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos