SOCA já distribuiu cerca de sete mil contos aos autores e artistas resultante da lei da Cópia Privada

Cidade da Praia, 29 Abr (Inforpress)- A Sociedade Cabo-verdiana de Autores (SOCA) já distribui cerca de sete mil contos aos autores e artistas, valor correspondente à Taxa de Compensação Equitativa pela Cópia Privada, informou hoje à Inforpress o presidente, da Daniel Spínola.

Desde Agosto de 2017 que esta entidade de gestão colectiva tem vindo a receber por parte do Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas o valor correspondente à Taxa de Compensação Equitativa pela Cópia Privada.

“Com este Governo, a lei está a funcionar e bem e nós estamos a receber os direitos da cópia privada, apesar de pequenos ajustes que são necessários fazer, mas isso com o tempo vai-se fazendo, e o importante é que estamos a receber e estamos a distribuir. Neste momento, já atribuímos cerca de sete mil contos aos autores e artistas”, informou.

Até este momento, sublinhou, 17 escritores, 13 artistas plásticos e 22 autores e artistas, membros (aqueles que têm o registo das suas obras nesta instituição) receberam as suas compensações.

Avançou que estava prevista para Abril a distribuição pecuniária a mais escritores e músicos, mas, lamentou que devido a alguns constrangimentos tiveram de adiar a data de entrega.

Daniel Spínola considerou que esta instituição tem estado a cumprir o seu papel de, não só defender os direitos dos autores, como também de promover os seus associados.

“Temos feito também um trabalho de divulgação da arte e da cultura em Cabo Verde, e temos homenageados os nossos autores como Pedro Rodrigues, Daniel Rendall, Cesário Boca, Lena Violão, Marino Silva, entre outros (…). É o nosso papel e queremos continuar com essa dinâmica”, salientou.

Para este ano, avançou, vão fazer uma homenagem à cantora cabo-verdiana residente nos Estados Unidos da América Gardénia Benros através da apresentação da revista Soca Magazine.

Está agendada, ainda, a realização de uma Semana de Arte integrada em Lisboa (Portugal), de 8 a 16 de Junho, em parceria com a Associação cabo-verdiana de Lisboa.

A SOCA prevê, ainda, realizar várias actividades, em parceria com a Câmara Municipal de Santa Catarina, para assinalar 05 de Julho, Dia da Independência de Cabo Verde e ainda, este ano, vão descentralizar as suas actividades comemorativas do Dia da Cultura Cabo-verdiana, assinalado no dia 18 de Outubro, para a Ilha de Santo Antão.

Em termos literários, Daniel Spínola avançou que vão editar quatro livros dos autores António Silva Roque, Celina Lisaro, Jorge Tavares e Daniel Rendal.

AM/JMV
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos