Síria: Forças de Damasco cercam última cidade controlada pelo grupo Estado Islâmico

 

Damasco, 08 Nov (Inforpress) – O exército do regime sírio cercou hoje Boukamal, a última cidade controlada pelo grupo extremista Estado Islâmico (EI) naquele país em guerra desde 2011, indicou hoje a agência oficial síria SANA.

Com o apoio dos seus aliados, as forças de Damasco assumiram o controlo de várias zonas em redor de Boukamal, na província de Deir Ezzor (leste da Síria), antes de cercar “totalmente” a localidade, avançou a agência noticiosa.

“As unidades do exército sírio e as forças aliadas apertaram o cerco em redor das zonas terroristas em Boukamal e intensificaram as suas operações para expulsá-los [os extremistas] da cidade”, indicou a mesma fonte.

Após terem sido forçados a recuar na província de Deir Ezzor perante as ofensivas lideradas pelo regime sírio e pela coligação árabe-curda (apoiada pelos Estados Unidos), os ‘jihadistas’ refugiaram-se em Boukamal, perto da fronteira iraquiana.

No início de Novembro, o EI perdeu a cidade de Deir Ezzor, capital da província com o mesmo nome e a última grande cidade que estava sob controlo ‘jihadista’ na Síria.

A tomada de Deir Ezzor pelo regime sírio foi possível com o apoio dos aliados russos, iranianos e do Hezbollah (movimento xiita libanês).

Apesar de Boukamal ser uma cidade de menor dimensão em comparação com Deir Ezzor, a recuperação desta cidade vai representar que o EI irá perder a última zona urbana do seu “califado” autoproclamado em 2014 nos territórios conquistados na Síria e também no Iraque.

Os ‘jihadistas’ do EI tinham conquistado quase a totalidade de Deir Ezzor e a respectiva província rica em petróleo em 2014, aproveitando o caos gerado pela guerra civil síria, desencadeada em Março de 2011 com a repressão de protestos pró-democracia.

Neste momento, o grupo radical sunita só controla algumas vilas e aldeias da província de Deir Ezzor, bem como pelo menos um campo petrolífero, de acordo com o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Nos últimos meses, o EI tem vindo a registar importantes derrotas na Síria e no Iraque.

No início de Novembro, as forças iraquianas recuperaram o controlo de al-Qaïm, localidade próxima da fronteira com a Síria que era um dos últimos bastiões do grupo extremista no Iraque.

Após a reconquista de al-Qaïm, e para assumir a totalidade dos territórios iraquianos que os ‘jihadistas’ conquistaram em 2014, as forças iraquianas devem progredir agora para a localidade vizinha de Rawa e para as grandes áreas de deserto que compõem a província de Al-Anbar (oeste do Iraque).

Lusa/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos