SIPROFIS defende “uma séria valorização da classe” para atingir o ODS 4

Cidade da Praia, 05 Out. (Inforpress) – O Sindicato dos Professores da Ilha de Santiago (SIPROFIS) aproveitou o Dia Mundial dos Professores, que se celebra hoje, para defender “uma séria valorização da classe”, visando o alcance do Objectivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS4) nº 4.

Em comunicado de imprensa endereçado à Inforpress, o presidente da SIPROFIS, Abraão Borges, chamou a atenção do Governo no sentido de “reconhecer o papel dos professores principalmente nesta altura em que os mesmos são obrigados a enfrentarem a pandemia de covid-19, correndo sérios riscos”.

“O que se está a observar, é que os professores não têm todos os seus direitos salvaguardados, mas são imputadas todas as responsabilidades de não deixar nenhum aluno para trás e responsabilizar-se, para que todos estejam num ambiente sã nas escolas”, observou o sindicalista.

O SIPROFIS alerta que “muitos dos direitos dos professores estão confinados (pendentes) e continuam amontoados num confinamento (pendências) sem uma luz no fundo do túnel para o seu desconfinamento” e sugere ao Ministério da Educação, a integração de professores e seus representantes nas avaliações das escolas antes da sua reabertura.

Considerando que a abertura do novo ano lectivo, veio pôr à prova o real papel dos professores na sociedade cabo-verdiana” pois que “, a situação da pandemia vai exigir um desempenho redobrado dos professores, desempenhando múltiplas funções”, sugere o SIPROFIS que “os seus direitos devem ser desconfinados, a fim de uma melhor motivação no desempenho da nobre profissão”.

Sob o lema “Professores: Lidar com a crise e (re)imaginar o futuro. Desconfinamento dos direitos dos professores”, exortou ao Ministério da Educação a munir os professores de materiais de higiene e segurança no trabalho, bem como os materiais necessários para o ensino à distância e sugere o desconfinamento ou resolução urgente dos pendentes.

Reenquadramento, mudanças do secundário para básico de um grupo considerável de professores de todo o País, reclassificação, subsídio de carga horária, para todos os professores com direitos vencidos são apontados pelo SIPROFIS, que reclamam que as promoções dos professores continuam confinados ao longo de décadas.

Nesta lógica, volta a propor ao Governo “a promoção automática de todos os professores em 2021, como forma de repor os direitos adquiridos” ao mesmo tempo que apelou aos docentes a respeitarem todas as medidas recomendadas pelas autoridades na prevenção da covid-19 nas escolas.

SR/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos