Sindicato Nacional da Polícia Nacional solicita intervenção do PR na resolução das  preocupações da classe

 

Cidade da Praia, 26 Jun (Inforpress) – O Sindicato Nacional da Polícia Nacional (SINAPOL) solicitou hoje a intervenção do Presidente da República no sentido de se juntar às preocupações da classe, visando a construção de uma “narrativa construtiva” que permita melhorias nesta instituição.

Fazendo-se acompanhar do presidente da Confederação Cabo-verdiana dos Sindicatos Livres (CCSL), o líder do SINAPOL, José Barbosa levou ao Presidente da República um conjunto de preocupações centralizadas à volta do salário na Polícia Nacional, a carga horária, pendentes, progressões e promoções em curso.

A audiência do SINAPOL coincide com o momento em que o diploma se encontra na Presidência da República para a sua apreciação por parte do chefe de Estado, razão por que o líder sindical diz acreditar num desfecho aceitável, porquanto, apresentaram uma proposta “muita aberta” ao Governo, com análise para um horizonte até 2021.

De acordo com José Barbosa, o encontro serviu para o SINAPOL explicar ao PR o posicionamento da instituição sobre a questão da nivelação do salário, e informá-lo da discussão que pretendem travar com o Governo sobre possíveis actualizações a iniciarem provavelmente a partir de 2018, por considerar que “já é tempo suficiente de o executivo perceber realmente, da dignidade profissional e salarial da Polícia Nacional”.

José Barbosa disse ter encontrado uma “excelente” abertura por parte do chefe do Estado, ressalvando que Jorge Carlos Fonseca foi pragmático, indicando claramente que vai envolver-se, no que puder, em prol da melhoria da situação da classe porque entende que “a PN precisa urgentemente de ter condições de trabalho mais dignas”.

SR/FP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos