Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Simpósio Internacional: Depoimentos destacam contributo de Aristides Pereira na luta pela independência

 

Cidade da Praia, 17 Nov (Inforpress) – Os vários testemunhos e mensagens apresentados hoje, no segundo dia no Simpósio Internacional Aristides Pereira, destacaram o contributo de Aristides Pereira na luta pela independência e a sua vivência enquanto homem e dirigente do partido.

Sob o lema “Recordando o Homem, Edificando a História” e organizado pela Fundação Amílcar Cabral (FAC) e a Associação dos Combatentes da Liberdade da Pátria (ACOLP), o simpósio, que decorre entre 16 e 18 de Novembro na Cidade da Praia, teve hoje como o primeiro painel, “Aristides Pereira e a luta de libertação nacional”

Para Corsino Tolentino, também combatente da liberdade da pátria, a figura de Aristides Pereira deve merecer mais atenção dos cabo-verdianos, porque o primeiro Presidente da República de Cabo Verde foi um “grande homem e estadista”.

“A memória dele merece mais reconhecimento do que tem hoje. Para isso, há que separar o homem do regime, o que equivale dizer que o povo de Cabo Verde precisa de dar mais atenção à pessoa, não aqui e agora, mas no seu contexto”, considerou o conferencista que falou do tema “Breve ensaio biográfico de Aristides Pereira”.

Ao falar sobre “os últimos anos da luta pela independência e o papel de Aristides Pereira”, a historiadora e investigadora Ângela Coutinho, afirmou que “não tem sido tarefa fácil perceber o nível da violência que se atingiu na sociedade colonial”.

“A actuação bem-sucedida no terreno foi levada a cabo pelo PAIGC e Aristides Pereira foi sempre um dos dirigentes máximos deste partido e ocupou-se sempre das pastas das finanças e logísticas e apoiava Amílcar Cabral nas relações exteriores. A nível mundial, a luta levada a cabo pelo PAIGC, foi um dos poucos casos de luta armada bem-sucedida contra o colonialismo no continente africano”, frisou.

O Simpósio Internacional Aristides Pereira continua hoje com outro painel sobre “Aristides Pereia: o estadista”, o qual vai abordar o tema “A política externa do Estado de Cabo Verde durante a presidência de Aristides Pereira: Progressismo e não alinhamento, ousadia e pragmatismo” e “Aristides Pereira num encontro entre o passado e o presente: descolonização e democratização”.

Para o evento, foram convidados académicos investigadores, combatentes e companheiros de jornada do homenageado dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP), como também figuras de pessoas de outras latitudes, entre ex-Presidentes e primeiros-ministros e ainda de conferencistas nacionais e internacionais.

Durante os três dias do evento que tem o apoio da Presidência da República, da Assembleia Nacional e do Governo, os convidados debruçam sobre a luta pela independência do país e da criação das condições necessárias para a afirmação do Estado soberano de Cabo Verde e o papel fulcral que Aristides Pereira terá tido em todo esse processo.

DR/FP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos