Semana da República: Presidência da República de “portas abertas” para tarde cultural e visitas guiadas aos cidadãos

Cidade da Praia, 13 Jan (Inforpress) – A Presidência da República abriu portas hoje para uma tarde cultural e visitas guiadas ao Palácio, no âmbito das comemorações da XIII Semana da República, que acontecem até 20 de Janeiro.

A edição deste ano, assinalada sob o lema ” Realizar os sonhos”, tem como foco o poder local, os desafios e inquietações da sociedade cabo-verdiana, assim como o cinquentenário do assassínio de Amílcar Cabral.

Em declarações à imprensa, o porta-voz da Presidência da República, Emerson Pimentel, esclareceu que a ideia é comemorar essas duas datas, 13 e 20 Janeiro, sem nenhuma “crispação”.

“Como tem sido nas duas edições anteriores, a ideia é promover debates de cidadania para discutir as questões mais importantes da Nação e abrir portas do edifício da Presidência da República”, esclareceu Emerson Pimentel.

Essa visita, acrescentou, serve para as pessoas conhecerem a história do edifício, “que já foi moradia do governador”, da Presidência da República desde 1975, contando com a explicação dos assessores, conselheiros e directores.

” Este edifício é emblemático, existe desde seculo XVIII, já foi moradia do governador e hoje está todo remodelado”, contou Emerson Pimentel, lembrando que tem sido prática abrir portas da Presidência da República para os cidadãos.

” A porta está aberta para todos os cidadãos, com a ideia de despertar o interesse para Presidência da República, para conhecerem o papel de cada instituição e a sua actuação na sociedade”, frisou.

De acordo com informações avançadas pela Presidência da República, no dia 16 Janeiro haverá a conferência intitulada “Poder local no século XXI: pistas para uma governação integrada”, que terá como orador o pró-reitor da Universidade de Aveiro, Filipe Teles, e como debatedores o presidente da Câmara Municipal dos Mosteiros, Fábio Vieira, e o deputado da Nação António Monteiro.

Para o dia 17 está prevista a realização da conferência “A Nação cabo-verdiana: entre desafios e inquietações”, que será proferida pelo reitor da Universidade de Santiago, Gabriel Fernandes, e contará ainda com a presença do brigadeiro-general António Matos, e a assistente social Mónica Furtado.

De acordo com a programação da Presidência da República, está prevista ainda o lançamento do livro “Baskudja Identidadi”, de Crisálida Correia.

A programação da Semana da República termina na sexta-feira, 20, com deposição de uma coroa de flores e descerramento de uma placa especial no Mausoléu Amílcar Cabral, na Cidade da Praia, seguida de uma cerimónia na Praça de Assomada, Santa Catarina, para assinalar os 50 anos do assassínio de Amílcar Cabral.

OM/CP
Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos