Seis mortos numa aldeia da Nigéria atribuídos a grupo Boko Haram

 

Kano, 23 Ago (Inforpress) – Seis homens morreram na terça-feira numa aldeia do nordeste da Nigéria durante um ataque do Boko Haram, informou uma milícia que luta contra o grupo radical nigeriano.

Nove combatentes do Boko Haram chegaram por volta das 14:00 (12:00 em Cabo Verde) à aldeia de Kijimatari, situada no nordeste do estado de Borno, e terão invadido as casas de seis habitantes, incluindo o chefe da aldeia, matando-os.

Um residente, Kulo Musa, disse que os atacantes levavam armas, mas que “usavam facas” para evitar atrair a atenção dos soldados no ponto de controlo.

Kulo Musa disse que os actos foram cometidos em retaliação pela prisão de dois membros do Boko Haram.

“Acreditamos que os atacantes suspeitaram que essas seis pessoas tenham denunciado os dois combatentes do Boko Haram aos militares”, acrescentou.

Em Fevereiro de 2015, o exército nigeriano reconquistou Monguno, a cidade tomada três semanas antes pelo Boko Haram.

Apesar da libertação de Monguno e a reabertura da auto-estrada de 135 quilómetros que faz a ligação a Maidugur, a capital do estado de Borno, o Boko Haram realiza ataques esporádicos.

O conflito do Boko Haram, particularmente mortíferos na região do lago Chade, causou mais de 20.000 mortos e 2,6 milhões de deslocados desde que o grupo extremista tomou as armas em 2009.

Lusa/fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos