Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Secretário de Estado reitera importância da aposta nas indicativas tecnológicas em Cabo Verde

Cidade da Praia, 04 Set (Inforpress) – O secretário de Estado para a Inovação e Formação Profissional, Pedro Lopes, reiterou hoje a importância da aposta em iniciativas tecnológicas, uma forma de promover o empreendedorismo e o desenvolvimento de negócios.

Pedro Lopes fez esta intervenção à imprensa, na abertura oficial da segunda edição do Bolsa Cabo Verde Digital, explicando que o Governo está a fazer o seu papel, criando oportunidades para os jovens desenvolverem ideias de negócios.

Conforme frisou, com a tecnologia pode-se desenvolver várias áreas, e é aquilo que se está por à disposição dos jovens nesta segunda edição do Bolsa Cabo Verde Digital, que durante seis meses têm o apoio financeiro de 30 mil escudos, mais o apoio de incubação.

“Não é fácil criar um negócio numa fase inicial, mas nós queremos que os jovens que tenham vontade de se aventurar e utilizar a tecnologia para desenvolver o seu negócio, possam fazer”, assinalou.

De acordo com o governante, o executivo tem utilizado os programas para juntar à iniciativas da sociedade civil, assim como algumas ‘startups’, pois o objectivo é dar aos jovens oportunidades de iniciativa de concorrer para concursos a nível, nacional ou mundial.

“Queremos que os jovens possam utilizar a sua energia, sua positividade para construir o Caba Verde que queremos viver”, atestou.

Bolsa Cabo Verde Digital é um programa instituído pelo Fundo de Promoção do Emprego e da Formação (FPEF), operacionalizado através da Pró-Empresa e da Cabo Verde Digital.

O programa visa apoiar até 100 jovens, um total de 50 ‘tech startups’, com bolsas no valor de 30 mil escudos, por equipa com até dois empreendedores.

A segunda edição do programa contou com 285 candidatos de 182 projectos, abrangendo a maioria das ilhas, registando uma maior equidade a nível de géneros.

Partindo da avaliação dos projectos, foram seleccionados 25 projectos de 50 empreendedores, que irão beneficiar de um programa de pré-incubação, assistência técnica, mentoria, masterclass e workshop, durante um período de seis meses.

HR/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos