Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Governante destaca importância da internet na promoção da democracia e liberdade de expressão

Cidade da Praia, 27 Abr (Inforpress) – O secretário de Estado para a Inovação, Pedro Lopes, destacou hoje a importância das novas tecnologias na promoção da democracia e liberdade de expressão, reiterando o papel da juventude no desenvolvimento do continente africano.

O governante falava em entrevista à Inforpress, no âmbito do encontro virtual que manteve com o ministro dos Negócios Estrangeiros do EUA para o Conrinente Africano, Antony J. Blinken, esta terça-feira.

“Foi uma honra ter sido seleccionado para falar sobre os desafios da África e dos EUA, e a nível do continente africano foram seleccionados somente dez países e Cabo verde foi um dos escolhidos. Durante o encontro, falamos sobre a erosão da democracia e os desafios que as redes sociais representam para pequenos países e democracia como de Cabo Verde”, disse.

Pedro Lopes faz parte dos dez líderes africanos convidados a participar na visita virtual do ministro dos Negócios Estrangeiros, Antony J. Blinken, dos Estados Unidos da América ao Continente Africano, tendo referido que o governante americano mostrou-se disponível em ajudar os países africanos a vencerem os desafios das redes sociais

“Mostrou o seu comprometimento em ajudar países africanos neste desafio, que é a questão das redes sociais, desde os fake news, passando pelo o que podemos preparar para o novo desafio, que já é presente, e para o futuro”, realçou, destacando o nível de cooperação entre Cabo Verde e os Estados Unidos de América, país que poderá partilhar com Cabo Verde as suas experiências nesta matéria.

O encontro, acrescentou, serviu igualmente para abordar a temática da internet e como é que poderá ser possível haver a garantia da liberdade de expressão e protecção dos dados das pessoas e, consequentemente, o funcionamento normal da democracia de um país.

Pedro Lopes defendeu, por outro lado, que o desenvolvimento do continente africano passa essencialmente pela criação de africanos “ricos”, jovens com formação capazes de dar o seu contributo para o desenvolvimento da economia e melhoria de condições de vida das comunidades africanas.

CM/JMV
Inforpress/Fim.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos