Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Secretário de Estado diz que todas as universidades estão preparadas para a retoma 

Assomada, 30 Out (Inforpress) – O secretário de Estado Adjunto para a Educação, Amadeu Cruz, garantiu hoje que todas as universidades estão preparadas para acolher os estudantes, quer em regime do ensino presencial, quer em regime do ensino à distância.

O governante deu a garantia hoje à imprensa após uma visita à Universidade de Santiago (US), em Assomada, no concelho de Santa Catarina, que se enquadra numa série visitas que realizou às instituições do ensino superior para se inteirar das condições do arranque do ano académico 2020/2021, tendo em conta a situação da pandemia da covid-19.

Segundo o secretário de Estado Adjunto para a Educação, à semelhança das outras instituições do ensino superior já visitadas, quer as sediadas em São Vicente e na Praia, a US está a adaptar medidas de contingência.

Daí a razão que o leva a afirmar que todas as universidades, quer as de São Vicente, da Praia e de Santa Catarina estão preparadas para acolher os estudantes em regime do ensino presencial e em regime do ensino à distância.

“O sistema universitário cabo-verdiano está em processo de consolidação, e estamos a dar uma resposta robusta à contingência derivada da covid-19. Em todas as instituições sem excepção há condições, e espero que haja de facto um bom ano lectivo para todos, não obstante, esta contingência (…)”, concretizou.

Em relação à US, a governante afirmou que a mesma está a funcionar “dentro de alguma normalidade” no contexto da pandemia provocada pelo novo coronavírus (covid-19).

“A US é um exemplo em termos de adopção de medidas, nomeadamente do ensino à distância e tem um sistema a funcionar dentro da normalidade, com capacidade tecnológica montada, e teve o cuidado de formar os docentes e tem os estudantes, de facto, em condições de acompanhar os processos de aprendizagem nas plataformas digitais”, observou.

Ou seja, ajuntou, a US está “na linha da frente” no que concerne às medidas de contingência do ensino à distância, por um lado, e, por outro, tem as condições de acolher os estudantes em regime presencial.

É que, segundo o governante, a US tem todas as condições de higienização e de distanciamento logo à entrada, garantindo que os estudantes possam ter a confiança na mesma por ser uma das universidades que responde às exigências em cuidados e prevenção da covid-19.

Ainda, segundo Amadeu da Cruz, a US é também “uma referência” para o interior de Santiago, sustentando que a universidade tem dado uma “contribuição indelével” para o processo de desenvolvimento do capital humano de Santiago e de Cabo Verde.

Reconheceu ainda que a US tem dado um “contributo enorme” no processo do desenvolvimento económico, social, científico e cultural da região Norte da ilha de Santiago e de Cabo Verde de uma forma geral.

“Daí que temos que enaltecer todo o papel desempenhado pela Universidade de Santiago, pelo dinamismo que traz para esta região, pela importância que atribui a esta região Norte. Estamos cientes de que esta universidade está a dar esse contributo”, enalteceu Amadeu Cruz.

FM/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos