São Vicente/Turismo Náutico: Silvestre Évora sugere que boa parte da baía se destine a desportos náuticos

Mindelo, 30 Mar (Inforpress) – O empresário cabo-verdiano Silvestre Évora defendeu hoje na mesa-redonda sobre o “Turismo urbano, cultural e náutico”, que se iniciou nesta quinta-feira no Mindelo, que a área entre o cais de cabotagem e a cidade devia ser adstrita aos desportos náuticos.

Silvestre Évora discorria sobre o tema “Desportos náuticos e o turismo”, sendo que depois de elencar os aspectos positivos desta actividade no turismo, reclamou para o sector, designadamente, portos de recreio, unidades de reparação naval, organização de feiras, exposições e regatas e articulação entre regiões turísticas, autarquias e agências de viagem.

Para Silvestre Évora, enquanto andar “cada um por si e Deus por todos”, “sem conjugação de esforços”, a náutica desportiva não irá melhorar.

Além da ausência de conjugação de esforços, Silvestre Évora reclama e aguarda: “Já é tempo de dotar cada ilha de infra-estruturas para a prática da náutica em segurança”.

A mesa-redonda “Turismo urbano, cultural e náutico”, iniciativa do Ministério da Economia, iniciou-se hoje de manhã e termina na sexta-feira.

AT/FP

Inforpress/Fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos